O “super-secretário” Guillermo Moreno poderá fechar associações de defesa dos consumidores (e um pouco de Lassie e magna genitália)
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O “super-secretário” Guillermo Moreno poderá fechar associações de defesa dos consumidores (e um pouco de Lassie e magna genitália)

arielpalacios

16 de junho de 2012 | 11h59

 

O secretário de Comércio Interior, Guillermo Moreno, ilustrado como um lutador de telecatch, com relevante saco escrotal ad hoc. Ilustração do cartunista El Niño Rodríguez (site do desenhista: http://www.elninorodriguez.com/)

O secretário de Comércio Interior, Guillermo Moreno, autoconcedeu-se o poder de fechar as associações de defesa dos consumidores. O governo fez o anúncio por intermédio de uma resolução publicada no Diário Oficial, na qual Moreno estipula que ele próprio terá a atribuição de “fechar as associações” que considere necessário clausurar. O secretário é o braço-direito da presidente Cristina Kirchner no combate à alta de preços, na política restrições às importações e na maquiagem dos índices oficiais.

Nos últimos anos as associações tornaram-se críticas do governo Kirchner, já que reclamam da manipulação do índice de inflação elaborado pelo Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec). O governo afirma que não existe uma escalada inflacionária e acusa de “golpistas” que pretendem “destituir” a presidente Cristina aqueles que afirmam que está ocorrendo uma alta de preços.

“Agora o secretário Moreno possui uma ferramenta legal para silenciar as associações de consumidores, que são as organizações que nos últimos anos denunciaram o aumento sistemático dos preços”, disparou a deputada Patrícia Bulrich, do partido União por Todos, de oposição.

Susana Andrada, presidente do Centro de Educação ao Consumidor (Cec) – uma das mais combativas associações de defesa dos consumidores – considera que o texto da resolução é ambíguo e possibilita ao governo o fechamento de uma associação que não esteja alinhada com o governo Kirchner. Héctor Polino, da associação Consumidores Livres, afirmou que a medida pretende “intimidar” as organizações de defesa dos consumidores.

INFLAÇÃO – Em maio, segundo o governo Kirchner, a inflação foi de 0,8%, enquanto que o índice acumulado nos cinco primeiros meses deste ano foi de 4,3. No entanto, o índice elaborado pelos partidos da oposição no Parlamento, indica que a inflação real de maio teria sido o dobro, de 1,7%. O índice paralelo também sustenta que a inflação acumulada desde janeiro é de 9,9%;

Este índice é preparado com a base dos cálculos das principais consultorias econômicas, que há dois anos estão proibidas de anunciar as estimativas que elaboram de forma paralela ao Indec. Desde 2010 o secretário Moreno aplica pesadas multas sobre as consultorias que anunciam índices que não são os oficiais. Por este motivo, os deputados, que contam com imunidade parlamentar, fazem o anúncio sobre o cálculo alternativo de inflação.

Desde dezembro passado existe o risco de que economistas e jornalistas que divulguem os índices paralelos possam ser enquadrados dentro da nova lei antiterrorista. A legislação, aprovada em dezembro, estipula que as pessoas que divulguem informações que podem provocar o pânico na população podem ser detidas sob a acusação de terrorismo.

Embora o governo insista em afirmar que não existe uma escalada inflacionária, dentro do próprio ministério da Economia os preços do bar e restaurante destinado aos funcionários públicos registraram uma alta substancial nesta semana. Os preços das refeições e refrigerantes tiveram aumentos de 15% até 38%.

Elizabeth Taylor e a doce – mas corajosa – Lassie no filme que catapultou ambas à fama mundial. O secretário Guillermo Moreno é apelidado “Lassie”, como ironia à sua forma de agir.

LASSIE E MAGNA GENITÁLIA – Os apelidos de Guillermo Moreno, secretário de Comércio Interior, são os mais variados e sugestivos. Ele era chamado de “Lassie” – tal como a simpática e doce cadela collie imortalizada no cinema – pelo ex-presidente Néstor Kirchner, em alusão irônica a seu comportamento agressivo. Ele também é o “Napia” (“Nariz”, em gíria portenha) para seus colegas de gabinete por seu perfil aquilino.

Moreno é a mais polêmica das figuras do gabinete da presidente Cristina Kirchner. Ele passou incólume a todas as reformas ministeriais que ela e Kirchner fizeram, apesar dos pedidos dos empresários, que pedem sua cabeça.

Segundo os analistas, é o homem que faz o “trabalho sujo” do governo Kirchner, já que ele é o responsável pela manipulação de índices da inflação, pobreza, desemprego e PIB realizada pelo Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec), organismo sob férrea intervenção do governo há dois anos e meio.

O secretário não hesita em mobilizar um grupo de caratecas para dissolver manifestações dos trabalhadores do Indec que protestam contra a manipulação dos índices.

Moreno inicia encontros com empresários colocando seu revólver em cima da mesa. Ele também telefona aos executivos às 6:00 da manhã – nos fins de semana – para exigir, em frases entremeadas de sonoros palavrões, que congelem seus preços ou deixem de importar produtos para não atrapalhar as contas fiscais do governo. Suas ordens, muitas das quais não-escritas, também provocam demoras para a liberação de produtos nas alfândegas.

Dono de um frondoso bigode com as pontas curvas para baixo que fariam inveja ao revolucionário mexicano Emiliano Zapata, o controvertido secretário também inicia as reuniões com executivos com afirmações sobre sua genitália, a qual, indica, é de dimensões superiores às dos presentes.

No início de 2010 Moreno tornou-se o virtual comandante da área de comércio exterior, embora seu posto seja hierarquicamente inferior à da ministra da Indústria Débora Giorgi e o chanceler Héctor Timerman. Mas, o secretário assumiu maiores poderes em dezembro de 2011, quando a presidente Cristina iniciou seu segundo mandato.

   

 hirschfeldfarrago3PERFIL: Ariel Palacios fez o Master de Jornalismo do jornal El País (Madri) em 1993. Desde 1995 é o correspondente de O Estado de S.Paulo em Buenos Aires. Além da Argentina, também cobre o Uruguai, Paraguai e Chile. Ele foi correspondente da rádio CBN (1996-1997) e da rádio Eldorado (1997-2005). Ariel também é correspondente do canal de notícias Globo News desde 1996.

Em 2009 “Os Hermanos recebeu o prêmio de melhor blog do Estadão (prêmio compartilhado com o blogueiro Gustavo Chacra).

passaro4 Acompanhe-nos no Twitter, aqui.

blog1vinhetalendonewsstand4 …E leia os supimpas blogs dos correspondentes internacionais do Estadão:

E, the last but not the least, siga o @inter_estadão, o Twitter da editoria de Internacional do estadão.com.br .
Conheça também os blogs da equipe de Internacional do portal correspondentes, colunistas e repórteres. 
E, de bonus track, veja o Facebook da editoria de Internacional do Portal do Estadão, aqui. 
.………………………………………………………………………………………………………………………………………………….
Comentários racistas, chauvinistas, sexistas, xenófobos ou que coloquem a sociedade de um país como superior a de outro país, não serão publicados. Tampouco serão publicados ataques pessoais aos envolvidos na preparação do blog (sequer ataques entre os leitores) nem ocuparemos espaço com observações ortográficas relativas aos comentários dos participantes. Propaganda eleitoral (ou político-partidária) e publicidade religiosa também serão eliminadas dos comentários. Não é permitido postar links de vídeos. Os comentários que não tiverem qualquer relação com o conteúdo da postagem serão eliminados. Além disso, não publicaremos palavras chulas ou expressões de baixo calão (a não ser por questões etimológicas, como background antropológico).