Seção Sacros Espermatozóides Presidenciais: Coitos desprotegidos do ex-monsenhor F.Lugo – atual presidente do Paraguai – geram filho adicional (e um pouco de Gabrielle Falloppio e Charles II)
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Seção Sacros Espermatozóides Presidenciais: Coitos desprotegidos do ex-monsenhor F.Lugo – atual presidente do Paraguai – geram filho adicional (e um pouco de Gabrielle Falloppio e Charles II)

arielpalacios

05 de junho de 2012 | 22h37

Espermatozóides aguardam na sala de espera, à espreita de entrar em ação na hora do orgasmo de seu dono. Cena do filme “Tudo o que você queria saber sobre sexo…” do cineasta Woddy Allen.

A vitalidade espermática do ex-monsenhor e presidente do Paraguai Fernando Armindo Lugo Méndez voltou a ocupar o espaço na mídia e nos comentários populares no Paraguai e nos países vizinhos.

Nesta terça-feira, o advogado do presidente, Marcos Fariña, anunciou que Lugo havia reconhecido que era o pai de um garoto de 10 anos de idade.

O menino foi o resultado de uma cópula há 11 anos com a enfermeira Narcisa de la Cruz Zárate, atualmente com 42 anos.

Segundo Fariña, o presidente – que era bispo católico na época do cruzamento de gametas com uma das integrantes de seu rebanho de fiéis – entrará em contato com Narcisa para que esta anule a paternidade concedida por seu esposo à criança.

Desta forma, Ángel (nome do garoto) deixará de usar o sobrenome Zárate, do pai que – embora não seja o biológico – o criou. Assim, passará a ostentar o sobrenome Lugo.

“Viu só, mamãe? Papai gosta de mim”, disse Ángel a Narcisa, depois de ser informado que seu pai finalmente o reconheceria legalmente.

Narcisa relatou que conheceu Lugo na cidade de San Pedro, onde era bispo. Ela aproximou-se do monsenhor para pedir conselhos, já que tinha problemas conjugais com seu marido. Lugo a aconselhou. Coincidentemente, também a engravidou.

Presidente Lugo segura firme seu bastão presidencial.

Este é o segundo filho que Lugo reconhece oficialmente. O primeiro foi Guillermo Armindo, reconhecido em 2009, depois de um escândalo suscitado por sua mãe, Viviana Carrillo, que apresentou na Justiça uma demanda por “paternidade irresponsável”. Na época, o menino tinha 3 anos de idade.

Outras duas mulheres entraram há anos com processos na Justiça, alegando que são mães de filhos de Lugo. Outras denúncias pairam sobre o presidente, embora sem processos nos tribunais.

A ministra da saúde, Esperanza Martínez, pré-candidata à presidência por um setor da esquerda, parebenizou Lugo por sua decisão (embora com 10 anos de demora) de reconhecer a criança. “Lamentavelmente neste país existem muitas crianças que não possuem reconhecimento paterno”, lamentou.

DEDUÇÕES E DÚVIDAS CARTESIANO-ESPERMÁTICAS:

1 – Lugo, bispo na época dos coitos, teria seguido as ordens do Vaticano, que indicavam que os católicos não deveriam usar métodos anticoncepcionais, entre eles, o condenado preservativo.

2 – Lugo teria usado preservativos, na contra-mão das ordens do Vaticano? Nesta hipótese, os preservativos teriam furado (nas duas ocasiões, com duas mulheres diferentes)?

3- Lugo seguiu as diretrizes do Vaticano de não abortar (nenhuma das mulheres envolvidas indicou que o então bispo sugeriu a interrupção da gravidez).

EVERY SPERM IS SACRED

Para continuar no embaldo espermático, recomendamos o ritmo divertido e ilustrativo deste sketch do filme “O sentido da vida”, do britânico grupo Monty Pyhton: Every sperm is sacred.

CAMISETAS

Na época do primeiro filho de Lugo floresceram as camisetas com dizeres irônicos sobre a paternidade do ex-bispo (quando ainda era bispo).

– “Papai Lugo, me reconheça”

– “Papai, don Fernando Lugo Méndez”

– “Filhos meus!”

Outra camiseta, também alusivas aos coitos desprotegidos do presidente paraguaio, ostentava os versos de uma canção do grupo paraguaio “Los Ángeles” que indicava que “Lugo tiene corazón pero no usa condón” (isto é, “Lugo tem coração” – em alusão a seu slogan de campanha – “pero no usa condón”, não usa preservativos). Outras t-shirts estavam destinadas ao nicho de mercado de pessoas que não consideram que o ex-monsenhor seja seu progenitor: “Não sou filho de Lugo”.

No Facebook também proliferaram grupos com alusões ao presidente do Paraguai

– “Sou filho de Lugo, e daí?”

– “Eu também tive um filho com Lugo”

– “Lugo, semental paraguaio”

Sem a high-tech do Facebook, muitos os paraguaios expressaram suas satíricas opiniões sobre seu próprio ex-celibatário líder com prosaicos – mas incisivos – grafitos de banheiro.

Os top five dos mictórios em Assunção na época do primeiro filho eram:

– O semental do Paraguai (esta, reproduzida aos montes depois que a terceira mulher, Damiana Hortensia Morán, indicou que Lugo, como homem, era “um fenômeno”)

– Pai de todos os paraguaios

– Super-pai

– Também quero ser bispo. Onde é que eu me inscrevo?

– Tem certeza de que seus filhos…são seus filhos?

Por qual motivo caras como este acima não contam com estátuas? Além de Gregory Pinkus, um dos criadores da pílula anticoncepcional, outra figura relativamente esquecida é Gabriele Falloppio, um dos mais importantes anatomistas do século XVI. Ele descreveu as trompas que levam os óvulos do ovário para o útero e que ostentam seu sobrenome. Mas o que o signore Falloppio tem a ver com o assunto desta postagem? Ele foi o criador do primeiro preservativo masculino devidamente documentado, no ano da graça de 1564. O médico defendia o uso desta proteção como forma de combater o flagelo daqueles tempos, a sífilis. E deu certo, segundo ele próprio escreveu: “convenci 1.100 homens a usar (o preservativo). E convoco Deus imortal para testemunhar que nenhum deles foi infectado”. O versátil Fallopio também cunhou a mundialmente famosa palavra “vagina” (e também criou o termo ‘placenta’). Falloppio nasceu em 1523. Deixou de existir 39 anos depois.

PÓS-COITO

Em tempo 1: O falecido general e ditador Alfredo Stroessner era o suposto pai de 20 filhos extra-matrimoniais. Outro defunto presidente paraguaio, Bernardino Caballero, teria gerado 77 crianças, segundo historiadores.

Em tempo 2: O Paraguai não é o único país da região onde costumam acontecer estas coisas.

Em tempo 3: Em entrevista que fiz com Lugo para o Estado em 2008, horas antes de sua eleição, o então candidato me disse que pretendia voltar à vida clerical assim que concluísse seu mandato presidencial. “Almejo uma vida monástica”, afirmou.

Charles II da Inglaterra (1630-1685), representante da dinastia Stuart, era enfático adepto do uso do preservativo, elemento contraceptivo desprezado pelo ex-bispo e atual presidente paraguaio Fernando Lugo (Charles II, retratado por Sir Peter Ley)

   

 hirschfeldfarrago3PERFIL: Ariel Palacios fez o Master de Jornalismo do jornal El País (Madri) em 1993. Desde 1995 é o correspondente de O Estado de S.Paulo em Buenos Aires. Além da Argentina, também cobre o Uruguai, Paraguai e Chile. Ele foi correspondente da rádio CBN (1996-1997) e da rádio Eldorado (1997-2005). Ariel também é correspondente do canal de notícias Globo News desde 1996.

Em 2009 “Os Hermanos recebeu o prêmio de melhor blog do Estadão (prêmio compartilhado com o blogueiro Gustavo Chacra).

passaro4 Acompanhe-nos no Twitter, aqui.

blog1vinhetalendonewsstand4 …E leia os supimpas blogs dos correspondentes internacionais do Estadão:

E, the last but not the least, siga o @inter_estadão, o Twitter da editoria de Internacional do estadão.com.br .
Conheça também os blogs da equipe de Internacional do portal correspondentes, colunistas e repórteres. 
E, de bonus track, veja o Facebook da editoria de Internacional do Portal do Estadão, aqui. 
.………………………………………………………………………………………………………………………………………………….
Comentários racistas, chauvinistas, sexistas, xenófobos ou que coloquem a sociedade de um país como superior a de outro país, não serão publicados. Tampouco serão publicados ataques pessoais aos envolvidos na preparação do blog (sequer ataques entre os leitores) nem ocuparemos espaço com observações ortográficas relativas aos comentários dos participantes. Propaganda eleitoral (ou político-partidária) e publicidade religiosa também serão eliminadas dos comentários. Não é permitido postar links de vídeos. Os comentários que não tiverem qualquer relação com o conteúdo da postagem serão eliminados. Além disso, não publicaremos palavras chulas ou expressões de baixo calão (a não ser por questões etimológicas, como background antropológico).