Vitalidade espermática de Lugo: fatos, piadas e consequências
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vitalidade espermática de Lugo: fatos, piadas e consequências

arielpalacios

28 de abril de 2009 | 05h15

lugometro
Lugômetro do jornal Perfil: http://especiales.perfil.com/lugometro/

A vitalidade espermática do ex-monsenhor e presidente do Paraguai Fernando Armindo Lugo Méndez – notícia que em seu país está provocando uma grave crise política – suscitou em todo o Cone Sul uma onda de piadas.
O jornal portenho “Perfil” instalou em seu site o “Lugômetro”, que medirá o número de crianças reconhecidas pelo fértil ex-bipo, além das denúncias dos filhos que supostamente ele gerou.

A ironia portenha também produziu uma série de camisetas que – vendidas pela internet (e também nas ruas do centro) – ostentam os seguintes dizeres:
– “Papai Lugo, me reconheça”
– “Papai, don Fernando Lugo Méndez”
– “Filhos meus!”

camisetas

E também está à venda a camiseta estampada com os versos do grupo paraguaio “Los Ángeles” que imortalizou o desdém do então bispo pela invenção de um dos médicos (de nome verdadeiro desconhecido, embora lendariamente chamado de “O Conde de Condom”) da corte do rei Charles II da Inglaterra , que indica que “Lugo tiene corazón pero no usa condón” (isto é, “Lugo tem coração” – em alusão a seu slogan de campanha – “pero no usa condón”, não usa preservativos)

As camisetas com os dizeres relativos à inesperada prole e os coitos desprotegidos do presidente Lugo custam, cada uma, em média, US$ 13 em Buenos Aires.

E também há camisetas para o nicho de mercado de pessoas que não consideram que o ex-monsenhor seja seu progenitor
– “Não sou filho de Lugo”

nosoy

No Facebook também proliferam grupos com alusões ao presidente do Paraguai
– “Sou filho de Lugo, e daí?”
– “Eu também tive um filho com Lugo”
– “Lugo, semental paraguaio”

Com menos tecnologia do que o Facebook, os paraguaios expressaram suas satíricas opiniões sobre seu próprio ex-celibatário líder com prosaicos – mas incisivos – grafitos de banheiro.
Os top five dos mictórios em Assunção eram:
– O semental do Paraguai (esta, reproduzida aos montes depois que a terceira mulher, Damiana Hortensia Morán, indicou que Lugo, como homem, era “um fenômeno”)
– Pai de todos os paraguaios
– Super-pai
– Também quero ser bispo. Onde é que eu me inscrevo?
– Tem certeza de que seus filhos…são seus filhos?

charles2
Charles II da Inglaterra (1630-1685), representante da dinastia Stuart, era enfático adepto do uso do preservativo, elemento contraceptivo desprezado pelo ex-bispo e atual presidente paraguaio Fernando Lugo (Charles II, retratado por Sir Peter Ley)

Alfredo Boccia Paz, um dos melhores analistas políticos de Assunção, escreveu a coluna “Quantos filhos suporta um governo” no jornal paraguaio “Última Hora”. Este é o link da coluna:
http://www.ultimahora.com/home/index.php?p=weblog_detalle&idBlogPost=1791

Este outro link pode parecer piada, mas é a notícia das declarações de um ex-colega de profissão de Lugo, o bispo da Diocese de Caacupé, Claudio Giménez, que aconselhou que Lugo case com uma das três mulheres que asseguram que tiveram um filho com o atual presidente nos tempos em que supostamente era celibatário. “Assim ele vai se tranquilizar”, explicou o bispo.
Este é o link:
http://www.ultimahora.com/notas/216957-Obispo-Giménez-aconseja-a-Lugo-casarse-para-aquietar-las-aguas-

COITOS DE IMPLICÂNCIAS PARLAMENTARES – A Oposição, enquanto isso, delicia-se com novos boatos sobre eventuais rebentos adicionais do ex-bispo.
Os líderes opositores calculam os votos necessários para um eventual impeachment de Lugo, que seria gerado pela falsidade ideológica (a negativa, durante a campanha, da existência de filhos).
A outra alternativa seria a de tentar remover o presidente pela acusação de estupro.

Esta hipótese estava sendo especulada intensamente há duas semanas, decorrente das afirmações da primeira denunciante, Viviana Carrillo Cañete (mãe da criança que Lugo reconheceu) que afirmava que havia tido relações com o então bispo quando ela tinha 16 anos (na lei paraguaia, é considerado estupro se um homem maior de idade tiver relações sexuais com uma mulher de 14 a 16 anos).

No entanto, nesta terça-feira, Viviana – em depoimento à Justiça – reconfigurou a idade do primeiro contato sexual com Lugo, e disse que ocorreu aos 23 anos (fato que desmonta a hipótese de estupro por uma questão de idade).
Além disso, Viviana disse que esperava ainda casar com o pai de seu filho, isto é, Lugo.

De todas formas, os analistas destacam que para iniciar um julgamento político de Lugo, a Oposição necessitaria metade dos votos do Partido Liberal Radical Auténtico (PLRA), o partido do vice-presidente de Lugo, Federico Franco. Este, por enquanto, continua aliado do presidente. Mas, avisou dias atrás: “Lugo, você já perdeu um amigo….não perca seu vice!”.

Em tempo: O falecido general e ditador Alfredo Stroessner era o suposto pai de 20 filhos extra-matrimoniais. Outro defunto presidente paraguaio, Bernardino Caballero, teria gerado 77 crianças, segundo historiadores.

Em tempo 2: O Paraguai não é o único país da região onde costumam acontecer estas coisas…

Comentários racistas, chauvinistas, sexistas ou que coloquem a sociedade de um país como superior a de outro país, não serão publicados.
Tampouco serão publicados ataques pessoais entre leitores nem ocuparemos espaço com observações ortográficas relativas aos comentários dos participantes.
Além disso, não publicaremos palavras ou expressões de baixo calão.
E, acima de tudo, serão cortadas frases de comentaristas que façam apologia do delito.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.