China limita banquetes e viagens de militares
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

China limita banquetes e viagens de militares

Felipe Corazza

16 de abril de 2014 | 10h52

Foto: Felipe Corazza

O comando das Forças Armadas da China decretou hoje uma nova série de diretrizes orçamentárias para viagens de militares ao exterior e também para recepção de convidados estrangeiros.

As medidas administrativas exigem que as viagens de intercâmbios militares tenham cálculos “razoáveis” para passagens aéreas e terrestres, uso de veículos e acomodações em hotéis “de acordo com a patente do viajante”.

Também fica proibido oferecer presentes aos anfitriões, com exceção de símbolos militares específicos e sabres. Quaisquer outros presentes devem passar por aprovação prévia do comando.

Para receber delegações de convidados estrangeiros, as normas delimitam as acomodações oferecidas. Militares com patente equivalente ou superior à dos comandantes chineses podem ficar em suítes. Todos os demais devem ser alojados em quartos “standard”. O número de banquetes oferecidos às delegações também foi limitado: não poderá passar de dois.

Tudo o que sabemos sobre:

banquetesChinamilitares

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.