Pirataria online

Cláudia Trevisan

12 de abril de 2010 | 12h15

A tecnologia levou a pirataria chinesa a um novo patamar. Com a internet, é possível comprar uma infinidade de cópias online, receber a mercadoria a domicílio e ainda devolvê-la, caso o produto não responda às expectativas do cliente. O principal lugar no qual esse mercado ocorre é o taobao.com, a maior plataforma de compras online da China, onde existe quase de tudo _incluindo motos, computadores, máquinas fotográficas, maquiagem, roupas, sapatos, óculos etc etc etc.

A maioria dos produtos negociados no taobao são legítimos, mas há espaço considerável para a pirataria. Você pode fazer um teste clicando aqui. Não se intimide pela página toda em chinês e digite no espaço para busca o nome de alguma grife famosa, como Louis Vuitton, que é o desejo de consumo de todos os emergentes chineses e dos que um dia pretendem ser emergentes.

O resultado são 100 páginas com milhares de ofertas de bolsas, carteiras, roupas, sapatos, óculos de sol e echarpes. O fato de que são piratas é denunciado pelo preço _além do fato de que se você quiser comprar uma Louis Vuitton legítima é mais provável que prefire fazê-lo diretamente em uma loja. No taobao, há bolsas LV por menos de 100 yuans, o equivalente a R$ 26,00. As legítimas à venda nas lojas são cotadas na casa dos milhares de reais.

Mas no taobao também há bolsas Louis Vuitton que custam mais de 1.000 yuans (R$ 260,00), o que revela outra face da pirataria chinesa, que são as variações na qualidade da cópia. Existem cópias mal feitas e existem as que são tão bem feitas que alguns duvidam que sejam realmente cópias. A teoria mais frequente é a de que são produtos originais com defeitos quase imperceptíveis ou desvio de produção _em bom português, roubo.

A experiência com a Louis Vuitton pode ser repetida com qualquer outra grife mundialmente célebre e o resultado será o mesmo: milhares de ofertas de marcas famosas com preço de 25 de Março.

As buscas no taobao também revelam o grau de popularidade de uma grife no mercado chinês. Nesse quesito, a Havaianas parece ser a marca brasileira mais bem posicionada entre os milhões de consumidores locais. O resultado revela 100 páginas de ofertas _o que parece ser o máximo possível_ o que me surpreendeu. Aparentemente, muitas delas são Havaianas legítimas, vendidas a preços que variam de 128,00 yuans (R$ 33,00) a 415 yuans (R$ 108,00). Mas várias outras são claramanete falsas e podem ser arrematadas por 18,00 yuans (R$ 4,70).

O taobao é uma plataforma que reúne milhões de vendedores de toda a China, que podem oferecer online produtos novos ou usados. Na outra ponta estão milhões de pessoas que não gostam de ir a lojas e preferem fazer compras na internet. Eu conheço chineses que compram todas as suas roupas e sapatos no taobao. O site faz o trabalho de intermediação, que garante o pagamento do produto só depois que ele for entregue e o cliente se certificar de que recebeu o que esperava.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.