Chanceler mexicana diz que Trump não terá ‘poder ilimitado’

Chanceler mexicana diz que Trump não terá ‘poder ilimitado’

Em participação no fórum 'México, Cúpula de Negócios', titular de Relações Exteriores do país afirmou que como nos outros países, Congresso americano terá 'enorme capacidade de ação para modular propostas'

Redação Internacional

14 de novembro de 2016 | 09h26

CIDADE DO MÉXICO – A chanceler do México, Claudia Ruiz Massieu, disse no domingo, 13, que o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, não terá um “poder ilimitado” para tomar decisões quando estiver em seu cargo.

“Apesar de um presidente dos Estados Unidos, o próximo presidente (Donald Trump), poder ter um grande poder e grandes atribuições, também não são atribuições nem um poder ilimitado”, declarou Claudia no fórum “México, Cúpula de Negócios”, realizado de 13 a 15 de novembro na cidade mexicana de Puebla, a cerca de 130 quilômetros da Cidade do México.

A chanceler mexicana, Claudia Ruiz Massieu (D), participa ao lado da embaixadora dos EUA no México, Roberta Jacobson (E) do fórum 'México, Cúpula de Negócios' (EFE/Hugo Ortuño)

A chanceler mexicana, Claudia Ruiz Massieu (D), participa ao lado da embaixadora dos EUA no México, Roberta Jacobson (E) do fórum ‘México, Cúpula de Negócios’ (EFE/Hugo Ortuño)

A chanceler lembrou que o presidente de qualquer nação e também o dos país vizinho “tem limites reais, limites por um sistema de contrapesos onde o Congresso tem uma enorme capacidade de ação para modular propostas”.

A titular da Secretaria de Relações Exteriores, que participou do painel “Que esperar da nova administração e do panorama político dos Estados Unidos?”, destacou o tema da migração e da qualidade de vida dos mexicanos nos Estados Unidos, além dos temas comerciais. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:

MéxicoDonald TrumpMuro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: