Como as eleições americanas foram decididas no colégio eleitoral desde 1992

Redação Internacional

07 de novembro de 2016 | 15h01

Ao contrário da maioria dos países, a eleição americana é decidida indiretamente no colégio eleitoral, no qual cada Estado elege, conforme o peso de sua população, um determinado número de delegados. Em alguns casos, como na eleição de 2000, com George W. Bush x Al Gore, o sistema pode provocar uma discrepância na qual o eleito pelo voto popular não é o mesmo do colégio eleitoral.

Em 2008, o presidente Barack Obama venceu com facilidade a eleição indireta ao ganhar em Estados que raramente elegiam um democrata, como Indiana, Virgina e Carolina do Norte. Em 2012 , a força em Estados do Meio-Oeste como Nevada, Colorado e Novo México, também selou a vitória democrata. Veja a evolução do colégio eleitoral nos mapas das últimas seis eleições:

Tudo o que sabemos sobre:

colégio eleitoral

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: