Doadores de Trump pedem dinheiro de volta após divulgação de vídeo polêmico do magnata

Doadores de Trump pedem dinheiro de volta após divulgação de vídeo polêmico do magnata

Um dos doadores disse que está decepcionado pelas notícias sobre o empresário e que sente ‘repulsa’ pelos comentários que ele fez sobre as mulheres

Redação Internacional

12 de outubro de 2016 | 16h06

WASHINGTON – Dois doadores que contribuíram com grandes quantias para a campanha do candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump, pediram o dinheiro de volta após os comentários ofensivos do magnata em relação às mulheres revelados na semana passada.

O canal NBC teve acesso a dois e-mails nos quais os doadores pedem o reembolso das doações por se sentirem ofendidos pela gravação de 2005 divulgada na sexta-feira, na qual Trump fala sobre abusar de mulheres por ser “famoso”.

Trump melhorou sua performance, mas analistas acreditam que ele não conseguiu ampliar seu eleitorado (FOTO: REUTERS/Lucy Nicholson)

Trump melhorou sua performance, mas analistas acreditam que ele não conseguiu ampliar seu eleitorado (FOTO: REUTERS/Lucy Nicholson)

“Não posso expressar suficientemente a minha decepção pelas recentes notícias sobre o senhor Trump. Como pai de duas filhas que em breve se casarão, sinto repulsa pelos comentários sobre mulheres”, escreveu um dos doadores, que “respeitosamente” pede para ser reembolsado.

Outro doador se disse “mortificado” ao escutar os comentários de Trump no vídeo. “Não posso apoiar um homem machista. Espero que me devolvam as doações.”

Segundo a NBC, os doadores já contribuíram com dezenas de milhares de dólares à campanha de Trump. Um deles afirmou que já arrecadou cerca de US$ 1 milhão para o magnata e notificou o fundo Trump Victory que não tem a intenção de continuar buscando doações para o republicano.

Donald Trump arrecadou US$ 41 milhões em agosto, seu melhor mês até o momento, mas os comitês de ação política, organizações independentes que fazem campanha pelo candidato, reiteraram que têm muitas dificuldades para arrecadar doações.

A candidata democrata Hillary Clinton arrecadou em agosto US$ 143 milhões, e ainda conta com o apoio de potentes comitês de ação política progressistas. / EFE

Veja abaixo: Frases polêmicas de Trump