Equipe de transição de Trump lança site e convida americanos a se juntarem ao novo governo

Equipe de transição de Trump lança site e convida americanos a se juntarem ao novo governo

Na página, além das principais propostas do presidente eleito dos EUA há convocação para pessoas que se encaixem nos mais de 4 mil cargos de confiança que serão nomeados por Trump e espaços para cidadãos enviarem sugestões

Redação Internacional

10 Novembro 2016 | 12h19

WASHINGTON – A equipe de transição do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, lançou na noite de quarta-feira, 9, um site no qual promete manter o país a par dos planos da próxima administração. Contas no Twitter – rede social amplamente utilizada por Trump -, no Facebook e um canal de vídeos no YouTube também foram ativados.

Na página, acessível no endereço www.greatagain.gov, a equipe de Trump promete: “A Transição para Trump-Pence fornecerá informações oportunas e precisas sobre os eventos do Presidente Eleito e do Vice-presidente Eleito e declarações públicas e anúncios”.

Great Again, site lançado pela equipe de transição de Donald Trump (FOTO: Reprodução)

Great Again, site lançado pela equipe de transição de Donald Trump (FOTO: Reprodução)

A equipe de Trump já publicou no site um chamado para pessoas que se qualifiquem para mais de 4 mil cargos de confiança que serão preenchidos pela nova administração até o dia da posse, em 20 de janeiro, e as principais propostas que Trump e Pence tentarão implementar nos próximos quatro anos, como a reforma da imigração e a construção do muro na fronteira com o México, a reforma tributária e comercial e a mudança no sistema de saúde.

Também é possível enviar uma mensagem para a equipe de Trump dizendo como que os internautas desejam que o governo atue para “Tornar a América grande novamente”, o slogan da campanha do republicano.

Já na conta @transition2017, até o momento, apenas uma mensagem foi publicada. “Trabalhando juntos, vamos começar a urgente tarefa de reconstruir nossa nação e renovar o sonho americano. Junte-se a nós”, diz a mensagem.

Mais conteúdo sobre:

transiçãoDonald Trump