Ex-participante de ‘O Aprendiz’ processa Trump por difamação

Segundo o processo, magnata difamou Summer Zervos ao desmentir as acusações de que ele a havia tentado beijar e acariciar à força

Redação Internacional

17 Janeiro 2017 | 22h30

LOS ANGELES – A ex-participante do reality show O Aprendiz Summer Zervos, que havia acusado Donald Trump de comportamento sexual abusivo, abriu nesta terça-feira um processo contra o presidente eleito por difamação, três dias antes de ele assumir a Casa Branca.

De acordo com a demanda, Trump mentiu ao responder às acusações de que tentou beijar Summer e a acariciar contra sua vontade. De acordo com o documento, Trump “difamou Summer Zervos com falsos testemunhos sobre ela”.

O presidente eleito, que foi acusado durante a campanha eleitoral de assédio sexual por várias mulheres, negou ter cometido qualquer tipo de ofensa e prometeu processar quem fez as acusações.

“Todos esses mentirosos serão processados depois das eleições”, disse Trump durante um ato na Pensilvânia, em outubro, quando várias mulheres fizeram denúncia contra ele. No entanto, ele não abriu nenhum processo até agora.

A advogada de Summer, Gloria Allred, disse que ela decidiu processar Trump, que foi o apresentador do reality show, pelo fato de ele não ter demonstrado nenhum arrependimento por seu comportamento e ter mentido para ocultá-lo.

“Foi Donald Trump quem mentiu quando falsamente negou sua conduta predatória com relação a Summer Zervos”, diz o texto do processo

Em uma declaração divulgada nesta terça-feira em Los Angeles, Summer disse que está disposta a encerrar o processo se Trump se retratar de suas declarações falsas e difamatórias sobre ela e reconhecer que ela disse a verdade sobre ele. / EFE

 

Mais conteúdo sobre:

Summer Zervos; assédio