FBI obtém mandado para examinar e-mails de Hillary, diz fonte

FBI obtém mandado para examinar e-mails de Hillary, diz fonte

Medida permite à agência verificar se as correspondências eletrônicas recém-descobertas são relevantes para a investigação sobre o uso de um servidor privado de e-mail pela democrata para tratar de assuntos de trabalho enquanto era secretária de Estado

Redação Internacional

31 de outubro de 2016 | 08h38

WASHINGTON – Investigadores federais americanos conseguiram um mandado para examinar os e-mails recém-descobertos relacionados ao servidor privado da candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton, disse no domingo uma fonte próxima ao assunto.

O mandado autoriza a Agência Federal de Investigação (FBI) a examinar os e-mails e verificar se as correspondências eletrônicas são relevantes para sua investigação sobre o servidor privado de e-mails usado para tratar de assuntos de trabalho por Hillary enquanto era secretária de Estado (2009-2013).

Candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton (Foto: AFP PHOTO / Jewel SAMAD)

Candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton (Foto: AFP PHOTO / Jewel SAMAD)

O diretor do FBI, James Comey, recebeu grande pressão dos democratas no domingo para divulgar rapidamente detalhes dos e-mails, à medida que aliados de Hillary temem que uma polêmica prolongada possa se estender para além da eleição de 8 de novembro e prejudicar a transição de Hillary, caso seja eleita presidente.

O líder democrata no Senado, Harry Reid, enviou uma carta a Comey no domingo sugerindo que ele teria violado uma lei que proíbe o uso de uma posição governamental federal para influenciar as eleições. / REUTERS