Gisele Bündchen nega que marido vá votar em Donald Trump

Gisele Bündchen nega que marido vá votar em Donald Trump

Em evento de campanha, candidato republicano à presidência dos Estados Unidos afirmou que havia recebido ligação e apoio do astro da NFL Tom Brady

Redação Internacional

08 de novembro de 2016 | 15h37

A supermodelo brasileira Gisele Bündchen negou nesta terça-feira, 8, que seu marido, o astro da NFL Tom Brady, do New England Patriots, vá votar no candidato republicano Donald Trump.

Gisele Bünchen e Tom Brady se casaram em 2009 (Foto: Reuters)

Gisele Bündchen e Tom Brady se casaram em 2009 (Foto: Reuters)

Em evento de campanha na segunda-feira, 7, o magnata disse à multidão que o acompanhava que o jogador de futebol americano o apoiaria. Questionada em sua conta se isso era verdade, Gisele escreveu em letras maiúsculas “NO” (“não”, em inglês).

“Tom Brady é um grande cara e um grande amigo. Um grande vencedor e um amigo”, disse Trump. “Ele me ligou e disse: Donald, eu te apoio. Você é meu amigo e votarei em você.”

Brady não declarou voto publicamente.

Outra estrela do esporte americano, o jogador de basquete LeBron James, do Cleveland Cavaliers, é eleitor da democrata Hillary Clinton e participou do último comício dela em Ohio. / WASHINGTON POST

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.