Governador de New  Jersey perdoou US$ 30 milhões em impostos de Trump

Governador de New Jersey perdoou US$ 30 milhões em impostos de Trump

Antes de Cris Christie se tornasse governador, o candidato republicano travava uma guerra judicial com o Estado pelos impostos devidos por seu cassino Taj Mahal

Redação Internacional

18 Agosto 2016 | 05h00

NOVA YORK – O governador de Nova Jersey, Chris Christie, colega republicano do candidato à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, perdoou cerca de US$ 30 milhões em impostos que o magnata devia pagar ao Estado por seu cassino Taj Mahal, segundo informou nesta quarta-feira o jornal The New York Times.

Antes que Christie se tornasse governador, no final de 2011, Trump e a administração fiscal do Estado travavam uma guerra judicial para que o magnata assumisse suas obrigações impositivas, uma disputa que foi solucionada com um simples e rápido pacto pouco depois da mudança de governo em New Jersey.

Assim, segundo o jornal nova-iorquino, em dezembro de 2011, Trump aceitou pagar US$ 5 milhões em troca de pôr fim a sua dívida pelo cassino, que tinha decretado falência.

Como até o momento não foi divulgada a declaração de renda de Trump, um assunto que centrou grande parte da atenção durante a campanha de primárias, não é possível confirmar se o magnata pagou essa quantia ou, como dizem outras fontes ao jornal, na realidade só efetuou um pagamento de US$ 500 mil.

Chris Christie apoia Trump desde o princípio como candidato republicano, e até mesmo chegou a estar entre os cotados para acompanhá-lo como vice-presidente. / EFE