Hillary cancela compromissos de campanha após revelar que está com pneumonia

Hillary cancela compromissos de campanha após revelar que está com pneumonia

Democrata cancelou a viagem que faria à Califórnia para participar de um evento para arrecadar fundos

Redação Internacional

12 de setembro de 2016 | 10h24

NOVA YORK – A candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton, diagnosticada com pneumonia, cancelou os eventos de campanha dos quais participaria nesta segunda-feira, 12, e na terça-feira na Califórnia, aumentando as especulações sobre seu estado de saúde a oito semanas das eleições.

O comitê de campanha da ex-secretária de Estado anunciou na noite de domingo o cancelamento de sua viagem à Califórnia, onde participaria de eventos para arrecadar fundos. A informação foi dada por Nick Merrill, porta-voz do comitê.

Candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton

Candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton (Foto: AFP PHOTO / Brendan Smialowski)

Hillary abandonou mais cedo a cerimônia pelos 15 anos dos atentados de 11 de setembro de 2001 em Nova York, no domingo, após sofrer um mal-estar.

“Durante a cerimônia, ela passou mal com o calor e seguiu para o apartamento de sua filha (Chelsea). Já está se sentindo muito melhor”, informou a equipe da democrata momentos depois de ela deixar a cerimônia.

Um vídeo feito divulgado pelo Twitter mostra Hillary com dificuldade de se manter em pé e amparada por agentes do Serviço Secreto americano para entrar no carro para seguir até a casa da filha.

Poucas horas depois, a candidata democrata sorriu para as câmeras e posou para fotos, junto com uma criança, quando deixava a casa da filha para entrar em um carro que já a esperava. “Eu me sinto muito bem. É um lindo dia em Nova York”, afirmou Hillary.

O caso sem dúvida terá consequências na disputa presidencial, já que o candidato republicano Donald Trump insiste que a ex-secretária de Estado, de 68 anos, não é apta por temperamento, nem por saúde, para o cargo de presidente.

Na semana passada, Hillary tossiu várias vezes durante um discurso em Cleveland e, em vários momentos, sua voz era ouvida apenas como um sussurro.

A ex-secretária de Estado criticou as “teorias conspiratórias” sobre sua saúde, afirmando que a tosse foi causada por uma alergia. Ela voltou a mencionar o boletim detalhado de seu médico particular, segundo o qual a candidata está em boas condições para assumir a presidência. / AFP, REUTERS e NYT

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.