Hillary confirma participação nos três debates presidenciais programados; Trump critica datas

Hillary confirma participação nos três debates presidenciais programados; Trump critica datas

Republicano questionou que os debates programados para os dias 26 de setembro e 9 de outubro coincidem com duas partidas da NFL, a liga de futebol americano

Redação Internacional

09 Agosto 2016 | 08h35

WASHINGTON – A candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, confirmou na segunda-feira sua participação nos três debates presidenciais programados por uma comissão independente e cujas datas foram criticadas pelo seu adversário, o republicano Donald Trump.

“A única questão é agora se Donald Trump se apresentará aos debates nas datas, horas, lugares e formatos programados pela comissão”, afirmou o chefe de campanha de Hillary, John Podesta.

Candidatos à presidência dos Estados Unidos: a democrata Hillary Clinton (esq.) e o republicano Donald Trump (esq.)

Candidatos à presidência dos Estados Unidos: a democrata Hillary Clinton (esq.) e o republicano Donald Trump (esq.)

Os debates estão programados para os dias 26 de setembro, 9 e 19 de outubro. As duas primeiras foram criticadas por Trump por coincidir com duas partidas da NFL, a liga de futebol americano.

“Hillary Clinton quer ir contra a NFL”, disse Trump recentemente e acusou a campanha da democrata de querer “arranjar os debates” com baixas audiências, “o mesmo que fez com Bernie Sanders”, apontou.

O debate do dia 26 de setembro, que acontecerá em Nova York, coincide com a partida entre Atlanta Falcons e New Orleans Saints, enquanto o do dia 9 de outubro em St. Louis, Missouri, coincide com o duelo entre Green Bay Packers e New York Giants.

“Não está claro se (Trump) está tentando evitar discussões ou somente jogando com a imprensa para fazer um drama. De qualquer maneira, nossa campanha não está interessada em discutir sobre os debates ou negociar sobre eles”, afirmou Podesta.

A Comissão de Debates Presidenciais, por sua vez, afirmou ao magnata que “é impossível evitar todos os eventos esportivos” e lembrou que “nunca foi reprogramado um debate” por coincidir com um partida.

A organização está à frente dos debates desde 1988 e seus membros pertencem aos dois partidos, Democrata e Republicano. / EFE

Veja abaixo: Chefe da polícia de NY: “Trump me aterroriza”