Hillary pede ‘unidade’ em debate sobre reforma policial nos EUA

Hillary pede ‘unidade’ em debate sobre reforma policial nos EUA

Candidata democrata à Casa Branca ressaltou a necessidade de restabelecer a confiança e o respeito entre a polícia e a população e disse estar pronta para 'se juntar e encarar o futuro'

Redação Internacional

19 Agosto 2016 | 09h51

NOVA YORK – A candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, pediu “unidade” no debate sobre a reforma policial em um encontro na quinta-feira, 18, com vários dos chefes de polícia das principais cidades do país no John Jay College de Nova York.

No encontro, Hillary ressaltou a necessidade de restabelecer a confiança e o respeito entre a polícia e a população após os diversos incidentes de tensões raciais envolvendo as forças da ordem no país. “Todo mundo estará mais seguro se a lei for respeitada e se todos se sentirem respeitados pela lei”, disse Hillary perante os oficiais.

Hillary participa de reunião com chefes de polícia das principais cidades dos EUA

Hillary participa de reunião com chefes de polícia das principais cidades dos EUA

“Enfrentamos muitos desafios pelo debate aberto nos últimos anos, desafios que não devemos ignorar, mas também não acender”, comentou em uma crítica velada às costumeiras declarações explosivas de seu rival republicano Donald Trump.

A reunião da candidata democrata com os chefes de polícia acontece dias depois que Trump a acusou de estar “contra a polícia” após um tiroteio ocorrido em Milwaukee.

Hillary declarou que “não há um minuto a perder” para encarar o debate aberto sobre a reforma da polícia e acrescentou que os agentes “devem receber todo o apoio possível através dos recursos suficientes para fazer seu trabalho de forma efetiva”. “Devemos nos juntar e encarar o futuro unidos”, acrescentou. / EFE

Mais conteúdo sobre:

Hillary ClintonPartido Democrata