Hillary vence em dois dos três primeiros territórios após votação à meia-noite

Hillary vence em dois dos três primeiros territórios após votação à meia-noite

Candidata democrata foi melhor em Hart's Location e Dixville Notch, enquanto que Trump a superou em Millsfield, todos em New Hampshire; no resultado total destes locais, porém, republicano teve 32 votos e democrata 25

Redação Internacional

08 de novembro de 2016 | 07h59

WASHINGTON – A candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, venceu a votação em dois de três territórios do Estado de New Hampshire que votaram por volta da meia-noite (hora local), embora seu rival, o republicano Donald Trump, tenha conquistado a maioria dos votos nestes territórios.

No total, Trump teve 32 votos, Hillary, 25, o libertário Gary Johnson, 4, e outros cinco foram para os diferentes candidatos que não participam na corrida, mas que os moradores incluíram em suas cédulas através do método do “write-in”, que permite aos americanos optar por um candidato que não esteja com seu nome na cédula.

Russ Van Deursen preenche quadro com os resultados da votação em Dixville Notch, New Hampshire, primeiro local a divulgar os resultados da eleição (FOTO: EFE/Herb Swanson)

Russ Van Deursen preenche quadro com os resultados da votação em Dixville Notch, New Hampshire, primeiro local a divulgar os resultados da eleição
(FOTO: EFE/Herb Swanson)

Como é tradição, os moradores destes três povoados se reuniram a meia-noite, votaram e poucos minutos depois fecharam as urnas para se transformar nos primeiros a responder ao grande evento onde o povo americano decide quem ocupará durante quatro anos a Casa Branca e selecionará parte do Congresso.

Como era prevista, a disputa em Hart’s Location – que tem apenas 43 moradores -, o único dos três territórios com título de município, foi apertada: Hillary Clinton conseguiu a vitória com 17 votos, contra 14 de Trump. Johnson, um ex-governador republicano que aspira à presidência como candidato do Partido Libertário, conseguiu 3 votos. Além disso, o rival de Hillary nas primárias, o senador Bernie Sanders, e o oponente do republicano, John Kasich, conseguiram 2 e 1 voto, respectivamente, graças ao método do “write-in”.

Em Dixville Notch, as urnas foram abertas pouco depois da meia noite e fechadas assim que o último eleitor votou, minutos depois – fazendo deste o primeiro local a divulgar o resultado da eleição. A democrata conseguiu 4 votos contra 2 de Donald Trump, 1 de Johnson. Outro que ganhou 1 voto foi o candidato presidencial republicano em 2012, Mitt Romney, também pelo método “write-in”.

“Trump fala de empregos e dará empregos. Os outros não fazem nada”, afirma André Grondi. Proprietário de uma empresa de obras públicas, este homem de 40 anos colou um grande adesivo com as cores do magnata em todas as suas escavadeiras.

Seja qual for o resultado da noite desta terça-feira, “Trump foi benéfico para o país”, considera Peter Johnson, um empresário que vota em Dixville Notch desde 1982. Segundo ele, a chegada do multimilionário à cena política é entendida dentro de “um movimento populista que se propaga em todo o planeta”.

“Votei em Hillary Clinton. Tem uma personalidade forte, experiência e levará nosso país na boa direção”, explicou Nancy DePalma. Funcionária do hotel Balsams, nas primárias democratas havia apoiado o senador de Vermont Bernie Sanders. Mas nesta terça não hesitou: “Hillary Clinton será a melhor comandante em chefe”.

Por último, em Millsfield, Trump conquistou 16 votos que lhe deram a vitória, contra 4 votos de Hillary, que viu Sanders conquistar uma cédula. / EFE, AP e AFP

Tudo o que sabemos sobre:

Hillary ClintonDonald TrumpNew Hampshire

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.