O burro e o elefante – símbolos históricos dos partidos americanos

O burro e o elefante – símbolos históricos dos partidos americanos

Redação Internacional

28 de julho de 2016 | 16h15

O burro democrata e o elefante republicano representam os dois maiores partidos políticos americanos há muito tempo. Os símbolos vêm do cenário político do século 19. O burro foi citado pela primeira vez em 1828 na campanha de Andrew Jackson, que se tornou o primeiro presidente democrata americano.

Seus oponentes o chamavam de “burro”. Ele gostou da ideia e passou a usar o animal como símbolo nos cartazes de sua campanha. O animal acabou se popularizando como um símbolo de todo o partido democrata, especialmente, graças ao cartunista político Thomas Nast.

O desenho do cartunista Thomas Nast

O desenho do cartunista Thomas Nast

O elefante foi usado pela primeira vez pelos republicanos em 1864 no jornal da campanha do presidente Abraham Lincoln, The Rail Splitter. Nos anos 1870, foi feita a conexão pública entre o Partido Republicano e o elefante, também popularizado nos desenhos do cartunista Nast.

BURROELEFANTE_simbolos

Os tradicionais símbolos democrata e republicano

Assim, os dois amigáveis mascotes passaram a ser reconhecidos internacionalmente como símbolos dos dois maiores partidos políticos americanos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.