Obama retorna ao berço político para discurso final

Obama retorna ao berço político para discurso final

Obama deixa o poder com popularidade superior a 50%, desemprego em queda e o maior índice de crescimento de renda desde a crise de 2008

Redação Internacional

10 Janeiro 2017 | 05h00

Cláudia Trevisan
ENVIADA ESPECIAL / CHICAGO

O presidente Barack Obama voltará hoje a Chicago, a cidade onde construiu sua carreira política, para realizar seu discurso de despedida dos oito anos em que comandou os EUA. No dia 20, ele entregará a Casa Branca a Donald Trump.

(FILES) This file photo taken on November 5, 2008 shows then Democratic presidential candidate Barack Obama as he addresses supporters during his election night rally at Grant Park in Chicago, Illinois.  Barack Obama travels to Chicago for his farewell speech on January 10, 2017, returning to the town where his meteoric rise to become America's first black president all began.  The third largest US city is also important to his post-presidency: it will be home to the Obama presidential library and foundation. / AFP PHOTO / JEWEL SAMAD

Obama discursa em Chicago em novembro de 2008. Foto: Jewel Samad/AFP

No sábado, milhares de pessoas esperaram durante horas na fila de distribuição de ingressos para o evento, em uma temperatura inferior a -10º C. Cambistas vendiam ontem ingressos – originalmente gratuitos – por até US$ 5 mil em sites de leilão.

Obama nasceu no Havaí, passou parte de sua infância na Indonésia, mas sua identidade sentimental e política está em Chicago, a cidade onde iniciou seu ativismo político, conheceu sua mulher, Michelle, e onde nasceram suas duas filhas, Malia e Sasha.

Obama deixa o poder com popularidade superior a 50%, desemprego em queda e o maior índice de crescimento de renda desde a crise de 2008. O presidente mobilizou esse capital político para tentar eleger Hillary Clinton sua sucessora, mas foi derrotado pela onda populista que deu a Trump a vitória no Colégio Eleitoral – Hillary ganhou o voto popular com vantagem de quase 3 milhões de votos.

O discurso está marcado para a meia-noite (horário de Brasília). Após o término do mandato, o líder democrata escolheu Chicago para abrigar sua biblioteca presidencial – a família deve voltar a morar na cidade no futuro.

Mais conteúdo sobre:

Barack ObamaEUAChicago