OEA enviará missão de observação para as eleições presidenciais americanas pela primeira vez

OEA enviará missão de observação para as eleições presidenciais americanas pela primeira vez

Ação será liderada por Laura Chinchilla, ex-presidente da Costa Rica, que foi designada para o cargo por Luis Almagro

Redação Internacional

13 de setembro de 2016 | 11h10

WASHINGTON – A ex-presidente da Costa Rica, Laura Chinchilla, irá liderar a primeira missão de observação eleitoral que a Organização dos Estados Americanos (OEA) enviará aos EUA, informou na segunda-feira o organismo internacional.

A ex-presidente, que governou a Costa Rica de 2010 a 2014, foi designada pelo secretário-geral da OEA, Luis Almagro, para liderar a missão de observação das eleições presidenciais americanas, que acontecerão no dia 8 de novembro. O controle da Casa Branca é disputado pelo republicano Donald Trump e pela democrata Hillary Clinton.

Essa é a primeira vez que a OEA enviará uma missão de observação para as eleições americanas (Foto: Cláudia Trevisan / Estadão)

Essa é a primeira vez que a OEA enviará uma missão de observação para as eleições americanas (Foto: Cláudia Trevisan / Estadão)

Laura, a primeira mulher a ocupar a presidência de seu país, também foi deputada, ministra de Segurança Pública, de Justiça e vice-presidente da Costa Rica.

Em 2015, Laura liderou a missão que a OEA enviou ao México para observar as eleições realizadas em 7 de junho, acrescentou o organismo em comunicado. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:

Eleições nos EUAOEALuis Almagro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.