Procurador-geral de Nova York abre investigação contra Fundação Trump por transações suspeitas

Procurador-geral de Nova York abre investigação contra Fundação Trump por transações suspeitas

Segundo o jornal 'The Washington Post', republicano teria adquirido um retrato de si mesmo por US$ 20 mil com dinheiro da fundação que iria para caridade

Redação Internacional

14 de setembro de 2016 | 11h07

WASHINGTON – O procurador-geral do Estado de Nova York, o democrata Eric Schneiderman, abriu uma investigação contra a Fundação Donald J. Trump por algumas transações consideradas suspeitas, segundo revelado na terça-feira.

“Estamos preocupados que a Fundação Trump tenha cometido alguma prática irregular”, disse Schneiderman em uma entrevista à emissora CNN.

Candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump

Candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump (Foto: AP Photo/Gerald Herbert, File)

O procurador nova-iorquino acrescentou que o objetivo da investigação é “assegurar que (a fundação) está cumprindo com as leis que regem as instituições de caridade em Nova York”.

O jornal The Washington Post publicou diversos artigos nos últimos dias nos quais destaca que a Fundação Trump realizou algumas transações questionáveis. Por exemplo, segundo a publicação, o magnata adquiriu um retrato de si próprio pelo valor de US$ 20 mil com dinheiro da fundação que seria destinado à caridade.

A fundação também fez uma doação ilegal de US$ 25 mil em 2013 – pela qual já pagou multa – para a campanha da procuradora-geral da Flórida, Pam Bondi, quando seu escritório estudava a possibilidade de uma investigação por fraude contra a Universidade Trump, algo que acabou não acontecendo.

Algumas transações ecoaram no próprio presidente americano, Barack Obama, durante sua campanha em favor da candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton.

Schneiderman tem outra investigação aberta contra o império Trump, neste caso contra a Universidade Trump, por supostamente fraudar US$ 40 milhões.

Segundo publicou na semana passada o Yahoo! News, a Fundação Trump doou US$ 100 mil para uma organização – a Citizens United -, que entrou com uma ação contra Schneiderman em 2014, quando este já tinha aberto a investigação contra a Universidade Trump. / EFE

Veja abaixo: Trump pede fechamento da Fundação Clinton

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.