Rússia hackeou repórteres do ‘New York Times’, diz CNN

Segundo a investigação, a inteligência russa está por trás das invasões digitais a jornalistas e ao Partido Democrata

Redação Internacional

23 Agosto 2016 | 16h22

WASHINGTON – A rede de TV americana CNN afirmou nesta terça-feira, 23, que o FBI e outras agências de segurança americanas investigam um caso de espionagem cibernética contra jornalistas americanos do diário The New York Times e outros veículos de imprensa. Segundo a investigação, a inteligência russa está por trás das invasões.

“Investigadores até agora acreditam que hackers russos têm como alvo meios de comunicação como parte de uma série ampla de espionagem que teve como alvo as comunicações do Partido Democrata”, afirmou a CNN.

Durante a convenção que selou a candidatura à presidência da ex-secretária de Estado Hillary Clinton o WikiLeaks publicou uma série de documentos do Comitê Nacional Democrata sobre a pressão para que ela fosse a nomeada.

O rival de Hillary, o republicano Donald Trump, elogiou o vazamento das informações e pediu mais apoio à Rússia na espionagem cibernética de Hillary. Nesta semana, o chefe de campanha de Trump, Paul Manafort, pediu demissão em meio a suspeitas sobre seu trabalho junto do ex-presidente da Ucrânia, o pró-Kremlin Viktor Yanukovich. / REUTERS