Saiba mais sobre o voto hispânico nas presidenciais dos EUA

Saiba mais sobre o voto hispânico nas presidenciais dos EUA

Projeções do instituto Pew Research mostram como esse grupo minoritário tem favorecido candidatos democratas a cada eleição

Redação Internacional

04 de novembro de 2016 | 19h55

Acompanhando as transformações demográficas dos EUA, o voto hispânico tem se tornado determinante a cada nova eleição. Projeções do instituto Pew Research mostram como esse grupo minoritário tem favorecido candidatos democratas

Promise Arizona's office in Phoenix, Aug. 30, 2016. Promise is one of several organizations mobilizing Latino voters before the election. Two daughters of Mexican immigrants who crossed the border illegally tell different stories of where the state, and the country, may be heading through their daily routines and in the way they relate to democracy. (Caitlin O?Hara/The New York Times)

Escritório de organização democrata em Phoenix, Arizona. Foto: Caitlin O?Hara/The New York Times

2008 – Obama é eleito
Nesse ano, os hispânicos votaram para o democrata Barack Obama em uma proporção de mais de dois para um contra o republicano John McCain. No resultado final, 67% a 31%

2012 – Obama é reeleito
Latinos tiveram papel ainda mais decisivo na reeleição de Obama, disputada contra Mitt Romney. Segundo o Pew Hispanic Center, resultado foi de 71% a 27%

2016 – Apoio a Hillary
Hillary Clinton recebe apoio de 66% entre hispânicos e seu adversário Donald Trump, 24%. Mas há uma fatia de 13% para o libertário Gary Johnson

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.