‘Temos que curar as divisões em nosso país’, diz Hillary em convenção democrata

‘Temos que curar as divisões em nosso país’, diz Hillary em convenção democrata

Na última noite do evento, ex-secretária de Estado fez duras críticas ao seu rival, Donald Trump, e destacou a importância de unir o país

Redação Internacional

29 de julho de 2016 | 09h41

No último dia da Convenção Nacional Democrata, a candidata Hillary Clinton aceitou oficialmente sua indicação e se tornou a primeira mulher a disputar a presidência dos Estados Unidos por um grande partido. Em seu discurso, ela pediu que os americanos rejeitem as ‘forças poderosas’ que ameaçam dividir o país, criticou a postura e os ideias de seu rival, o republicano Donald Trump, e destacou que não se deve ter medo do futuro.

Veja abaixo algumas das principais frases do discurso da democrata.

Candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton

Candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton (Foto: AP Photo/Carolyn Kaster)

“Os Estados Unidos estão novamente diante de um momento decisivo. Forças poderosas ameaçam nos dividir. Os laços de confiança e respeito estão se rompendo (…). Devemos decidir se vamos trabalhar juntos para poder crescer todos juntos.”

“Temos que curar as divisões em nosso país.”

“Qualquer pessoa que esteja lendo as notícias sabe das turbulências que enfrentamos (…). Temos pela frente inimigos determinados que devem ser derrotados.”

“Temos uma visão clara sobre o que nosso país enfrenta, mas não temos medo.”

“Minha principal missão como presidente será criar mais oportunidades e mais empregos bons com salários melhores bem aqui nos Estados Unidos.”

“Ele (Donald Trump) levou o Partido Republicano a um longo caminho, de ‘manhã na América’ para ‘meia-noite na América’.”

“Um homem a quem se pode provocar com um tuíte não é um homem no qual possamos confiar com armas nucleares.”

“Basta com a intolerância e a grandiloquência. Donald Trump não está oferecendo uma mudança real, está oferecendo promessas vazias. Aqui está a triste verdade: Não há outro Donald Trump. Isso é tudo.”

“Donald Trump diz: ‘sei do Estado Islâmico mais do que sabem os generais’. Não, Donald, você não sabe.”

“Ele quer nos dividir, do resto do mundo, e de nós mesmos.”

“Ele quer que tenhamos medo do futuro e que tenhamos medo uns dos outros.”

“Não temos medo. Vamos crescer perante o desafio, como sempre fizemos.”

“A América é grande porque é boa.”

“Quando uma barreira cai nos Estados Unidos, o caminho se abre para todos.”

“Quando não há tetos, o céu é o limite.”

“‘Mais fortes juntos’ não é só um slogan de nossa campanha. É o princípio que nos guia como o país que sempre fomos.”

“Levarei todas as suas histórias e vozes comigo à Casa Branca.”

“Não construiremos um muro”, e sim “uma economia em que todo mundo que queira um trabalho bem pago possa ter um.”

“Acredito que temos milhões de imigrantes que trabalham duro e contribuem com nossa economia. Seria uma derrota e desumano expulsá-los.”

“Quero agradecer a Bernie Sanders. E dizer a todos os seus eleitores aqui e ao redor do país: quero que saibam que eu ouvi vocês. Sua causa é a nossa causa. Nosso país precisa de suas ideias, de sua energia e de sua paixão.”

“Os Estados Unidos precisam de cada um de nós para que tragamos nossa energia, nossos talentos e nossas ambições para que nossa nação seja melhor e mais forte.”

“Alguns de vocês estão frustrados e furiosos (com a economia). E, querem saber? Vocês estão certos. Ainda não está funcionando como deveria.”

/Reuters, EFE e AFP

Veja abaixo: Hillary acena para eleitores de Bernie e ataca Trump

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.