Trump afirma que campanha eleitoral dos EUA é manipulada por veículos ‘corruptos’

Trump afirma que campanha eleitoral dos EUA é manipulada por veículos ‘corruptos’

Durante comício em New Hampshire, candidato republicano à Casa Branca afirmou que imprensa 'utiliza alegações completamente falsas e espalha mentiras num esforço' para eleger Hillary Clinton

Redação Internacional

15 de outubro de 2016 | 18h18

NEW HAMPSHIRE, EUA – O candidato republicano à presidência de Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste sábado, 15, que meios “corruptos” tentam manipular as eleições de novembro em favor de sua rival democrata, Hillary Clinton, acusada de estar dopada durante sua último debate. “Hillary está disputando para presidente em uma campanha que parece uma eleição armada”, acusou o republicano durante um comício em New Hampshire.

“A eleição está sendo manipulada pela imprensa corrupta que utiliza alegações completamente falsas e espalha mentiras num esforço de elegê-la presidente”, acrescentou. A campanha eleitoral de Trump se encontra imersa no caos depois da divulgação há oito dias de um vídeo em que ele fazia comentários vulgares sobre as mulheres. Depois disso, o magnata também foi alvo de acusações de abuso sexual.

Durante comício em New Hampshire, Trump voltou a afirmar que eleição nos EUA é manipulada para favorecer Hillary (FOTO: REUTERS/Jonathan Ernst)

Durante comício em New Hampshire, Trump voltou a afirmar que eleição nos EUA é manipulada para favorecer Hillary (FOTO: REUTERS/Jonathan Ernst)

O bilionário se apresenta como vítima de uma “campanha de desprestígio” e tem optado por intensificar os ataques contra sua rival, a poucas semanas das eleições. Trump também provocou Hillary neste sábado no Twitter: “Hillary Clinton deveria ter sido processada e presa. Em vez disso é candidata presidencial no que parece ser uma eleição armada”.

Trump disse ainda que a candidata democrata tomou medicamentos para melhorar seu rendimento durante seu último debate televisionado, no dia 9 de outubro. “Não sei o que acontece. No início de seu último debate, estava toda estimulada. No final, (…) quase não pôde chegar a seu carro”, disse. “Fazem os atletas realizaram exame de drogas. Acho que deveríamos fazer um teste de drogas antes do debate. Por que não fazemos isso?”, propôs Trump.

A virulência das acusações de Trump a Hillary Clinton despertaram a preocupação sobre o que poderá acontecer se o magnata imobiliário perder as eleições, sobre como reagirão seus seguidores e se Trump será capaz de reconhecer uma derrota.

O presidente Barack Obama fez eco desta preocupação na sexta-feira durante um encontro a favor de Hillary Clinton. “Agora (Trump) está sugerindo que se as eleições não lhe são favoráveis, não tem a ver com todas as coisas que diz, mas, sim, porque estão armadas e são uma fraude”, disse Obama.

Obama advertiu que “a própria democracia está em jogo” nas eleições de 8 de novembro, em sinal da preocupação crescente da Casa Branca com Trump. / AFP

Mais conteúdo sobre:

Donald Trumpmanipulação