Trump diz que não gosta de usar o Twitter e chama imprensa de ‘desonesta’

Presidente eleito dos EUA afirma que rede social é recurso contra 'mentiras' a seu respeito

Redação Internacional

18 Janeiro 2017 | 13h15

WASHINGTON – O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump defendeu nesta quarta-feira, 18, seu uso da rede social Twitter. Segundo ele, esse é o único recurso para combater “a imprensa desonesta”, mas, pessoalmente, ele não gosta de compartilhar suas opiniões em 140 caracteres.

“Não gosto de tuitar. Há outras coisas que eu poderia estar fazendo”, disse ele à Fox News.

.

Trump diz que não gosta de tuitar AP Photo/Evan Vucci

Trump diz que não gosta de tuitar AP Photo/Evan Vucci

Durante a campanha eleitoral, Trump recorreu ao Twitter para criticar a empresa, fazer a anúncios e atacar seus rivais. Hoje mesmo, o presidente eleito criticou a rede de TV NBC de desvincular o investimento de empresas automobilísticas para criar empregos nos Estados Unidos da pressão feita por ele.

“Perguntem aos executivos dessas empresas o que de fato aconteceu”, escreveu ele. “Voltaram por mim!”

Na entrevista, Trump ainda disse não se importar com a ausência de cerca de 50 deputados democratas que prometeram boicotar sua posse em virtude de suas críticas ao ícone da luta pelos direitos civis John Lewis.

“Precisamos desesperadamente de lugares para outros convidados”, disse. /EFE

Mais conteúdo sobre:

Donald TrumpTwitter