Trump expulsa bebê que chorava em comício na Virgínia

'Tirem esse bebê daqui. Acho que a mãe dele realmente acreditou que eu gosto de ouvir um bebê chorar enquanto eu estou falando', disse

Redação Internacional

02 Agosto 2016 | 18h35

WASHINGTON – O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, expulsou um bebê de seu comício na Virgínia nesta terça-feira, 2, porque a criança chorava demais.

Ao ouvir o choro do bebê, a primeira reação do candidato foi elogiá-lo. “Não se preocupem com esse bebê. Eu amo bebês”, disse. “Eu o ouvi chorar, mas eu gosto. Que bebê lindo, não se preocupem.”

O carinho de Trump, no entanto, não foi suficiente para que a criança parasse de chorar. Minutos depois, ele se irritou.

“Na verdade eu estava brincando. Tirem esse bebê daqui”, afirmou. “Acho que a mãe dele realmente acreditou que eu gosto de ouvir um bebê chorar enquanto eu estou falando. Não se preocupem.”

Mais tarde no comício, uma segunda criança começou a chorar. Desta vez, no entanto, Trump não se incomodou e o bebê se acalmou sozinho. / WASHINGTON POST

Mais conteúdo sobre:

Donald Trump