Vice de Hillary já comparou corrupção no Brasil a roteiro de ficção

Vice de Hillary já comparou corrupção no Brasil a roteiro de ficção

Declaração do senador foi dada há um mês, durante sabatina de Peter Michael McKinley, indicado para ser o novo embaixador dos EUA no Brasil

Redação Internacional

23 Julho 2016 | 17h35

Cláudia Trevisan
Correspondente / Washington

Escolhido como candidato a vice-presidente na chapa de Hillary Clinton, o senador democrata Tim Kaine já comparou os eventos recentes no Brasil a um roteiro de ficção. “Corrupção, desafios econômicos, impeachment, Olimpíadas, zika. Se você escrevesse, as pessoas diriam que é inacreditável”, declarou há um mês, durante sabatina de Peter Michael McKinley, indicado para ser o novo embaixador dos EUA no Brasil.

Em seu questionamento do diplomata, Kaine afirmou que várias autoridades brasileiras são acusadas de corrupção no escândalo da Petrobras, entre as quais mencionou o presidente interino, Michel Temer. O senador perguntou qual a disposição do governo brasileiro de enfrentar o problema e como os Estados Unidos poderiam colaborar.

McKinley respondeu que as investigações realizadas nos últimos dois anos foram marcadas pela transparência, vigência do Estado de Direito e atuação independente da polícia e das instituições do Judiciário. “Há razões para ser otimista em relação ao futuro do Brasil”, declarou o diplomata.

 

Mais conteúdo sobre:

Hillary ClintonTim KaineTin Kain