Vice-presidente dos EUA manifesta apoio à candidatura de Hillary à presidência do país

Vice-presidente dos EUA manifesta apoio à candidatura de Hillary à presidência do país

Joseph Biden disse, em discurso em Washington, que ‘com a ajuda de Deus’, o próximo presidente do país será a ex-secretária de Estado

Redação Internacional

10 Junho 2016 | 12h14

WASHINGTON – O vice-presidente dos Estados Unidos, Joseph Biden, expressou na quinta-feira seu apoio à candidatura de Hillary Clinton à presidência do país, horas depois que a ex-secretária de Estado recebeu o apoio oficial do presidente Barack Obama.

Em discurso em Washington, no qual atacou o provável candidato republicano Donald Trump por suas críticas a um juiz de origem mexicana, Biden disse que “com a ajuda de Deus”, o próximo presidente do país “será a (ex-) secretária (de Estado Hillary) Clinton”.

Em um vídeo, o presidente americano deu seu apoio formal a Hillary como provável candidata democrata à Casa Branca. Ela foi secretária de Estado de Obama em seu primeiro mandato no Salão Oval.

“Não acredito que jamais tenha havido alguém tão qualificado para ocupar este posto (o de presidente)” como Hillary, disse Obama no vídeo, que deve ser interpretado como um “apoio conjunto” que também inclui a primeira-dama, Michelle Obama, segundo o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

“Sei o quão difícil pode ser este trabalho, é por isso que sei que Hillary será tão boa”, disse Obama, que acrescentou que a ex-secretária de Estado – derrotada por ele nas primárias democratas de 2008 – tem “coragem, compaixão e coração” para exercer a presidência.

O anúncio de Obama era esperado desde que a ex-secretária de Estado conseguiu o número necessário de delegados para garantir a indicação, e aconteceu imediatamente depois do encontro entre o presidente e o adversário da ex-primeira dama no Partido Democrata, o senador Bernie Sanders, na Casa Branca.

Após a reunião com Obama, Sanders afirmou que espera se reunir em breve com Hillary para ver como podem “trabalhar juntos” para “derrotar” Trump nas eleições de novembro, mas se recusou a oferecer apoio à ex-secretária de Estado e a abandonar sua campanha.

Sanders também se reuniu com Biden, que lhe parabenizou “por motivar muitos novos eleitores e levá-los ao Partido Democrata”, segundo informou o escritório do vice-presidente em comunicado. /EFE

Leia mais:

Vice-presidente dos EUA manifesta apoio à candidatura de Hillary à presidência do país

Obama anuncia apoio oficial a Hillary Clinton como candidata do Partido Democrata

Obama espera união de democratas em torno de Hillary Clinton

Mais conteúdo sobre:

apoioBarack Obamademocrata