As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Como a estratégia da Turquia contra o ISIS embaralhará a sua cabeça?

gustavochacra

30 de julho de 2015 | 10h19

A Turquia não está focada em combater o Grupo Estado Islâmico, também conhecido como ISIS ou Daesh. Sem dúvida, houve uma mudança na atitude do governo turco em relação a esta organização que controla amplas porções dos territórios da Síria e do Iraque. Mas a administração em Ancara teme mesmo a formação de um Estado curdo que inclua não apenas o Curdistão iraquiano, como também as áreas curdas da Síria.

A estratégia da Turquia consiste em criar uma faixa dentro da Síria para ser controlada por grupos rebeldes sírios não ligados ao ISIS – mas muitos associados à Al Qaeda. Este território seria protegido não apenas pelas forças turcas, como também pela Força Aérea dos EUA e de outros países envolvidos na intervenção militar comandada pelos americanos contra o Grupo Estado Islâmico.

Com esta zona, a Turquia atingiria três objetivos. Primeiro, impediria que estas regiões caíssem nas mãos dos curdos da Síria, que são alinhados com o grupo separatista PKK, considerado uma espécie de Hamas para os turcos. Segundo, serviria para receber centenas de milhares de refugiados de outras partes da Síria. Por último, nesta área, poderia ser construído uma espécie de “Estado” alternativo ao de Assad.

Ao mesmo tempo, a Turquia, com seus raros bombardeios ao ISIS, recebeu praticamente luz verde dos EUA para bombardear intensamente o PKK. Para Ancara, o Curdistão autônomo no norte do Iraque não é um problema e inclusive se tornou um parceiro comercial. Partidos curdos na Turquia, embora na oposição, tampouco são vistos como uma ameaça. Mas o PKK e outros grupos curdos, como os presentes nas áreas curdas da Síria, são vistos como um inimigo e considerados terroristas.

Resumindo, comparando a Turquia com Israel

PKK e Grupos Curdos Sírios = Hamas

Curdistão no Iraque = Autoridade Palestina ou até mesmo Jordânia

Partidos Curdos na Turquia = Partidos Árabes Israelenses

___________________________

Assad, que não é bobo, certamente intensificará seu apoio aos grupos curdos justamente para sabotar Erdogan. Além disso, sim, aumentou o risco de atentado terrorista contra a Turquia. Podem ocorrer tanto atentados cometidos pelo ISIS como também pelo PKK.

Quer embaralhar a sua cabeça?

 . O grupo curdo PKK tem em suas forças os guerreiros Peshmerga, que são os maiores aliados dos EUA na guerra contra o ISIS

. Mas a Turquia também é aliada dos EUA, apesar de bombardear o PKK. E, obviamente, tanto o PKK quanto a Turquia são inimigos do ISIS. Assad, apesar de lutar contra o ISIS, é adversário da Turquia

. Já Irã, que é o maior aliado de Assad, se dá bem com a Turquia, inimiga do regime de Damasco, e compartilha do objetivo de impedir um Estado curdo, que não seria um problema para o líder sírio

. Os EUA, neste caso, podem indiretamente apoiar grupos rebeldes ligados à Al Qaeda que possuem uma agenda distinta da do Curdistão iraquiano, aliado dos EUA.

Conclusão? O ISIS é inimigo de todo o mundo. Mas, tirando isso, cada ator tem uma agenda distinta na região.

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco são permitidos ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus