As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Como ficam Obama, o Congresso e a disputa presidencial de 2016?

gustavochacra

05 Novembro 2014 | 18h21

Depois de os republicanos massacrarem os democratas nas eleições de ontem nos EUA, 3 temas dominarão o cenário – 1) como será o Congresso dos EUA, 2)como Obama governará nos próximos dois anos e 3) como fica a disputa presidencial de 2016.

1) o Congresso tentará avançar em questões fiscais e de energia. Não terá condições de reverter a reforma do sistema de saúde de Obama, pois isso exigiria mais de 60 votos no Senado. Por último, buscará alguns temas nos quais possa haver acordo com o presidente, como acordos comerciais.

2) Obama será um presidente “pato manco”, como dizem nos EUA. Ficará extremamente enfraquecido. Tentará tomar ordens executivas em assuntos como imigração e mudanças climáticas. E buscará algum sucesso em uma política externa cada vez mais deteriorada – o Oriente Médio em colapso, Ucrânia e as dificuldades para um acordo comercial com o Irã.

3) os republicanos podem se sentir mais fortes para 2016. Mas precisam tomar cuidado. Eleições presidenciais são bem diferentes de eleições para o Congresso. Nos próximos meses, teremos uma ideia melhor de quem serão os candidatos de cada lado, embora Hillary Clinton seja favorita entre os democratas – não descartem Elizabeth Warren e Joe Biden. Um candidato republicano mais moderado, como Jeb Bush ou um retorno de Mitt Romney, teriam mais chances. O libertário Rand Paul, com apoio dos jovens, pode surpreender. Candidatos conservadores espantariam os independentes em direção aos democratas.

Leia também

Por que a economia não ajudou aos democratas?

A eleição para o Congresso dos EUA afeta a eleição para presidente

Manual para entender as eleições para o Congresso dos EUA

Não sei como faz para publicar comentários. Portanto pediria que comentem no meu Facebook (Guga Chacra)  e no Twitter (@gugachacra), aberto para seguidores

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco são permitidos ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus.

 

Mais conteúdo sobre:

Guga Chacra