As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Como Saddam, Taleban e Kadafi explicam os desafios na Síria e no Iraque

gustavochacra

29 de setembro de 2014 | 17h17

Os EUA costumam ir muito bem em intervenções aéreas, mas são péssimos para arrumar os alvos depois destas ações militares. A avaliação é de Fareed Zakaria, comentarista da CNN. Eu concordo. E este tende a ser o maior problema na Síria e no Iraque.

Derrubar Saddam Hussein, Muamar Kadafi e o Taleban foi a parte mais simples. Mas veja o resultado

. O Iraque, obviamente, está dividido entre o ISIS e um governo em Bagdá aliado do Irã (tem o Curdistão também)

. A Líbia possui dois governos paralelos. O de Trípoli é ligado ao braço da Al Qaeda no país, responsável pelo atentado que matou o embaixador americano. No interior, o Parlamento “oficial” é uma salada de corruptos e líderes milicianos seculares

. O Afeganistão continua caótico, com eleições fraudadas, economia em pedaços, fortalecimento do Taleban e um ex-presidente que deixou o poder hoje depois de agradecer 80 países. Curiosamente, não inclui os EUA, que foram duramente criticados por ele, apesar de os americanos terem gasto centenas de bilhões em 13 anos de ocupação do país

Isso porque não vou citar o Yemen, país bombardeado continuamente pelos Drones dos EUA, com a minoria Houthi, aliada do Irã, tomando conta da capital Sanaã, e o sul dividido entre a Al Qaeda na Península Arábica, que ainda é a maior ameaça de terrorismo aos EUA, e separatistas.

Como será na Síria e no Iraque do novo?

Não sei como faz para publicar comentários. Portanto pediria que comentem no meu Facebook (Guga Chacra)  e no Twitter (@gugachacra), aberto para seguidores

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco são permitidos ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no gugacha

Mais conteúdo sobre:

Guga Chacra