As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

De Beirute a Vila Madalena – O encontro dos leitores do blog

gustavochacra

25 de agosto de 2010 | 04h12

Alguns leitores do blog se reúnem há mais de um ano mensalmente em São Paulo. Eles discutem não apenas política internacional, mas também qualquer outro assunto que seja polêmico. Apesar das diferenças de opinião, surgiram amizades fortes, como a do leitor Ali, um muçulmano da Mooca, com o Gabriel, que segue um movimento judaico liberal.

Judeus, Muçulmanos, Católicos, Cristãos Ortodoxos e Ateus participam. São mais de 30 membros que não formam uma panelinha. Alguns são de esquerda, outros de direita. Tem eleitores do Serra, do Dilma, da Marina e do Plínio. Palmeirenses, Corintianos, Sãopaulinos e Santistas. O mais novo tem 16 anos. O mais velho, mais de 80.

Como moro em Nova York, não poderei ir desta vez. Por este motivo, o comando estará nas mãos do leitor Fabio Nog. Eu o conheci através do blog. Vocês certamente já leram os comentários dele. O encontro será no

Bar Tribunal

Rua Jericó 15, Vila Madalena (atrás do Forum de Pinheiros)

Fone: 3031-7311

Sábado, dia 28 de agosto

A partir das 16 hrs

Ao chegar, pergunte pela mesa do blog. Os leitores que já participaram dos outros encontros podem relatar como foi a experiência e dar mais dicas abaixo. Lembro que muitos participantes não costumam comentar. Outros são comentaristas ativos

obs. Hoje estarei em uma cobertura especial. Publicarei os comentários durante o dia, mas apenas os responderei à noite

Comentários islamofóbicos, anti-semitas e anti-árabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes

O jornalista Gustavo Chacra, mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia, é correspondente de “O Estado de S. Paulo” em Nova York. Já fez reportagens do Líbano, Israel, Síria, Cisjordânia, Faixa de Gaza, Jordânia, Egito, Turquia, Omã, Emirados Árabes, Yemen e Chipre quando era correspondente do jornal no Oriente Médio. Participou da cobertura da Guerra de Gaza, Crise em Honduras, Crise Econômica nos EUA e na Argentina, Guerra no Líbano, Terremoto no Haiti e crescimento da Al Qaeda no Yemen. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires. Este blog foi vencedor do Prêmio Estado de Jornalismo em 2009, empatado com o blogueiro Ariel Palacios

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.