As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

DIRETO DE HONDURAS – Chávez parece ser o Ahmadinejad da América Latina

gustavochacra

05 de julho de 2009 | 00h31

Esta semana, o blog está em Honduras e cuida também da América Latina, e não apenas do Oriente Médio

Hugo Chávez e Mahmoud Ahmadinejad parecem ter decaído depois do fim dos anos de George W. Bush. Os dois não conseguem sobreviver sem um adversário agressivo do outro lado. O venezuelano e o iraniano fracassam ao tentar atrair a atenção criticando Barack Obama. Não emplaca.

Aqui em Tegucigalpa, os seguidores do presidente deposto, Mel Zelaya, têm vergonha de dizer o nome de Hugo Chávez nas manifestações. Pedem palmas para Obama, ONU, União Européia e até mesmo Lula. Para Chávez, nada. Como dizem em São Paulo, “queima o filme”.

Hugo Chávez virou sinônimo de imperialismo em Honduras. Não foi Obama que ameaçou atacar os hondurenhos. Foi o venezuelano. Gostando ou não do governo de fato, ninguém em Tegucigalpa quer ver forças estrangeiras no país.

Se Chávez virou palavrão na América Latina, o mesmo parece ocorrer com Ahmadinejad no Oriente Médio. No Iraque, líderes xiitas o evitam para não serem “contaminados” por sua imagem. Os libaneses do Hezbollah tampouco usaram seu nome na campanha. Sua imagem inexiste nas ruas de Dahieh, subúrbio ao sul de Beirute.

Aliás, até quando será que irá durar o vôo Carcacas-Teerã?

Comentários islamofóbicos, anti-semitas e anti-árabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.