As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

É triste ver o terrorismo destruir a Turquia – #benistanbul #jesuisistanbul

gustavochacra

19 de março de 2016 | 11h20

Se você já visitou a Turquia, certamente andou pela vibrante e mágica rua Istiklal de Istambul. É um calçadão gigantesco que começa na praça Taksin e se prolonga até quase a torre de Galata, não muito longe do Golden Horn que separa a parte antiga e a nova da cidade. Tem uma infinidade de restaurantes, baladas, cafés, lojas e sorveterias. É frequentada tanto por turcos como por turistas.

Mas hoje atacaram Istiklal. Um atentado terrorista matou 5 pessoas e feriu dezenas. Por milagre, o número de vítimas não foi maior. Temos de nos solidarizar com Istambul.

Quem esteve em Istambul sabe da sensação de pegar um barco e sentir o vento no rosto com os pássaros voando ao cruzar o Bósforo da Europa para a Ásia. Sabe a sensação de ver a torcida do Fenerbace (Corithians), do Besiktas (Palmeiras) ou do Galatasaray (São Paulo Futebol Clube) comemorando o gol – supera em intensidade até a do Boca Juniors. Sabe a sensação de comer um simit em Boyoglu. Sabe a sensação de tomar um café no sofisticado bairro de Nisantasi, descrito muitas vezes nos livros de Orham Pamuk. Sabe a sensação de ver as pessoas rezando na Mesquita Azul. Sabe a sensação diante do esplendor da Santa Sophia. Sabe a sensação de decadência da antiga cosmopolita Pêra. Sabe a sensação de ver os pescadores ao cruzar a ponte de Galata. Sabe a sensação de sentir o cheiro do mercado das Especiarias.

Eu já escrevi e escrevo de novo – sou apaixonado pela Turquia. Acho Istambul possivelmente a mais fantástica metrópole do mundo. Capital do Império Bizantino e do Império Otomano. Istambul que é Constantinopla. Istambul que ainda é sede do Patriarcado Ecumênico da Igreja Cristã Ortodoxa. Istambul onde, literalmente, o melhor do Ocidente e do Oriente se misturavam.

Mas agora a Turquia está morrendo. É triste, muito triste, ver a Turquia ser alvo de tantos atentados e com um governo que reprime a imprensa e opositores

20 de julho – Sanhurfa (34 mortos)

10 de outubro – Ancara (107 mortos)

12 de janeiro – Istambul (11 mortos em Sultanahmet)

17 de fevereiro – Ancara (28 mortos)

13 de março – Ancara (37 mortos)

19 de Março – Istambul (5 mortos)

Espero que a Turquia consiga superar esta onda de violência de atentados cometidos por grupos curdos ligados ao PKK e pelo ISIS (Grupo Estado Islâmico ou Daesh). E não passem a vida sem conhecer Istambul.

#jesuisistambul #benistanbul #prayforturkey

Guga Chacra, blogueiro de política internacional do Estadão e comentarista do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários na minha página no Facebook. Peço que evitem comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores. Também evitem ataques entre leitores ou contra o blogueiro.  Não postem vídeos ou textos de terceiros. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a minha opinião e não tenho condições de monitorar todos os comentários

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor) e no Instagram