As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Novo presidente deve melhorar a imagem do Irã

gustavochacra

15 de junho de 2013 | 17h19

Um moderado, para padrões iranianos, venceu as eleições presidenciais. Hassan Rowhani, surpreendentemente, derrotou seus adversários mais conservadores e conquistou a vitória no primeiro turno da disputa pela Presidência em Teerã,  contando com o apoio de reformistas – entre eles o ex-presidente Khatami e Rafsanjani.

Muitos dizem que não mudará nada com sua vitória. Afinal, o aiatolá Ali Khamanei, líder supremo do país, mantém a palavra final em questões como o programa nuclear a política externa do regime de Teerã.

Por outro lado, o presidente é responsável por uma série de políticas domésticas, incluindo a economia. Um moderado no poder, como Khatami entre 1997 e 2005, também pode incentivar o renascimento de movimentos reformistas.

Para completar,  o presidente do Irã simboliza a imagem do país no exterior. Esta certamente melhorará com Rawhani. Nós não escutaremos mais os discursos de Mahmoud Ahmadinejad, que caminha para o ostracismo, questionando o Holocausto ou o 11 de Setembro. Será bom para a “PR” do regime no Ocidente.

Além disso, mesmo questões de política externa serão afetadas, conforme lembra Trita Parsi, um dos maiores especialistas em Irã dos EUA. Primeiro, alguns dos assessores do Rowhani “são os mais pragmáticos e competentes em política externa do país, tendo tomado decisões como a colaboração dos EUA no Afeganistão e a suspensão do enriquecimento de urânio em 2004”.

Em segundo lugar, diz Parsi em artigo, Rowhani “não vê o mundo de uma forma maniqueísta”, como Ahmadinejad, e acha possível “uma colaboração” com o Ocidente. 

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antisemitas e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no  gugachacra at outlook.com. Leiam também o blog do Ariel Palacios