As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O que sabemos do atentado terrorista no aeroporto de Istambul?

gustavochacra

28 Junho 2016 | 16h47

Houve um atentado no aeroporto internacional de Istambul. É um dos maiores do mundo e tem voos para o Brasil. Pelo menos 28 pessoas morreram. Mas, nos últimos meses, a Turquia tem sido alvo de atentados terroristas tanto do ISIS, conhecido como Grupo Estado Islâmico ou Daesh, como também da organização separatista curda PKK.

Estes dois grupos, que são inimigos entre si, possuem agendas diferentes. O PKK, com base na Turquia, é aliado dos curdos sírios, apoiados pelos EUA, e tem intensificado suas ações terroristas contra os turcos. Seu objetivo final é a criação de uma nação curda em áreas majoritariamente curdas da Turquia.

Já o ISIS, que busca implementar um califado com uma versão radical e deturpada do islamismo sunita, também tem realizado atos terroristas na Turquia, embora o grupo, no passado, tenha tido uma relação ambígua com as forças turcas. Neste momento, claramente se tornou um inimigo do governo turco.

Mais importante, o ISIS possui uma agenda global e religiosa. O PKK tem uma agenda local e nacionalista-étnica.

Não podemos esquecer a Turquia integra a OTAN. Além disso, nos últimos dias, o governo de Recep Tayyp Erdogan voltou a restabelecer relações diplomáticas com Israel, de quem foi importante aliado no passado. Também voltou a se reaproximar da Rússia de Putin, com quem andava tendo atritos.

Istambul, até um ano atrás, era considerado um destino seguro e atraia turistas do mundo todo para ver esta que é uma das mais fantásticas cidades do mundo. O crescimento do terrorismo e a intensificação do autoritarismo de Erdogan, ferindo a democracia turca, deterioraram a situação. Infelizmente, Istambul deixou de ser um destino seguro.

Guga Chacra, blogueiro de política internacional do Estadão e comentarista do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários na minha página no Facebook. Peço que evitem comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores. Também evitem ataques entre leitores ou contra o blogueiro.  Não postem vídeos ou textos de terceiros. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a minha opinião e não tenho condições de monitorar todos os comentários

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor) e no Instagram