As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em discurso histórico, Obama defende Palestina para Israel ser judaico e democrático

gustavochacra

21 de março de 2013 | 12h24

Assista ao meu comentário na GLOBO NEWS SOBRE A CRISE NO CHIPRE

E leia mais os outros posts das últimas 24 horas no blog

O AVANÇO PARA OS CURDOS DA TURQUIA E OS BIDUN DO KUWAIT

OBAMA DECEPCIONOU OS PALESTINOS

E SE OS REBELDES USARAM ARMAS QUÍMICAS NA SÍRIA?

Barack Obama acertou o tom de seu discurso para estudantes israelenses nesta tarde em Jerusalém ao defender a paz com os palestinos. Seu raciocínio foi extremamente correto e serviu de alerta para Israel.

Primeiro, Obama afirmou que a paz é necessária. Sem um acordo com os palestinos, Israel não conseguirá se manter como democrático e judaico. É aquele triângulo óbvio. É impossível Israel ter todo o território, incluindo a Cisjordânia, e ter uma democracia ou caráter judaico ao mesmo tempo. A única alternativa é a criação de um Estado palestino.

Em segundo lugar, Obama afirmou que a paz é algo justo. Não dá para aceitar que milhões de palestinos vivam sob uma ocupação estrangeira por gerações. Eles têm o direito de viver em sua própria nação. E ainda elogiou a administração de Mahmoud Abbas na Cisjordânia.

Por último, a paz é possível, desde que os palestinos, segundo Obama, reconheçam Israel como um Estado judaico e os israelenses suspendam a expansão dos assentamentos.

Pode-se discordar de uma coisa ou outra e lembrar que Obama não entrou em pontos importantes como o status final de Jerusalém e a questão dos refugiados. Mas estes seriam temas para negociações. Existe sim, depois de sua visita, uma possibilidade de retomada das negociações.

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antisemitas e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no  gugachacra at outlook.com. Leiam também o blog do Ariel Palacios

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.