As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pela primeira vez na história, maioria dos americanos apoia legalização da maconha

gustavochacra

05 de abril de 2013 | 17h01

Leia os últimos posts do dia

“NETANYAHU, QUAL DEVE SER A FRONTEIRA DA PALESTINA?”

1 EM CADA 4 PESSOAS NO LÍBANO É REFUGIADO

ATÉ QUANDO OBAMA CULPARÁ BUSH?

A COREIA DO NORTE NÃO ABANDONARÁ AS ARMAS ATÔMICAS

Pela primeira vez na história, a maior parte dos americanos defende a legalização da maconha. Ao todo, são 52% a favor e 45% contra, de acordo com pesquisa do Pew Research, um dos mais respeitados institutos de pesquisa dos Estados Unidos.

Em 1969, o número de americanos que defendiam a legalização da maconha era de 12%. Há 20 anos, eram 17%. Mesmo uma década atrás, menos de um terço dos americanos diziam ser a favor da legalização da maconha.

Segundo o levantamento da Pew, atualmente, o apoio à legalização atinge dois em cada três entre os que nasceram a partir de 1980 e hoje estão com 18 a 33 anos (geração do milênio). Na geração X, nascida de 1965 a 1980, é 54%, pouco acima dos baby-boomers, que nasceram entre 1946 e 1964 (50%). Os da geração anterior ainda são mais reticentes, com 32% de apoio.

A defesa da legalização da maconha, assim como do casamento entre pessoas do mesmo sexo e uma reforma da imigração, tem ganho força nos últimos anos nos EUA. Mas, a não ser por políticos da ala libertária do Partido Republicano, quase nenhuma autoridade defende mudanças na lei.

O presidente Barack Obama, considerado “super cool” em outras partes do mundo, leva adiante uma ampla campanha de repressão ao comércio de maconha.

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antisemitas e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no  gugachacra at outlook.com. Leiam também o blog do Ariel Palacios


Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.