As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pepsi e limonada superam Coca-Cola e suco de laranja na Síria e no Líbano

gustavochacra

15 de novembro de 2008 | 17h42

A Coca-Cola pode ser mais popular em quase todo o mundo, mas, na Síria e no Líbano, sinônimo de refrigerante é Pepsi. E o fenômeno se repete em todo o mundo árabe. Esta é a única região do mundo em que a Coca-Cola é derrotada pela segunda colocada. A Pepsi chegou antes e entendeu melhor o mercado. A Coca-Cola corre atrás, mas ainda enfrenta resistência. O problema é que, ao chegar a um restaurante, o cardápio muitas vezes diz “Pepsi” ainda que o refrigerante servido seja o rival. Alguns árabes preferem muitas vezes passar sede a pedir uma Coca para acompanhar o quibe. Em Damasco, a situação da rival da Pepsi é ainda mais grave. O regime sírio boicotou a marca “Coca-Cola” nos anos 1980.

Mas não é apenas nos refrigerantes que os sírios e libaneses têm uma opinião diferente do resto do mundo. O suco preferido é o de limão, e não o de laranja. Aliás, em árabe, limonada, que vem sempre adoçada, se diz “limonada”, igual ao português. Laranja é “Bortugali”, derivada da palavra Portugal. No caso dos sucos, ao contrário do que ocorre nos refrigerantes, a vitória do limão sobre a laranja não se dá em toda a região. No Marrocos, por exemplo, os sucos de laranja dão de goleada na limonada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.