As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Phelps é o maior atleta de todos os tempos?

gustavochacra

02 de agosto de 2012 | 16h55

Leia também hoje – EUA, Rússia, Assad, Oposição, Arábia Saudita e Europa sabotaram o plano Annan e Time de campanha de Romney é um fiasco capaz de transformar Phelps em capitão Schettino

Meu comentário na rádio Estadão sobre a saída de Annan

Minha área é política internacional, mas, de vez em quando, escrevo de outros assuntos, como hoje. Afinal, por ser ex-atleta (joguei pólo aquático), me sinto na obrigação de falar algo sobre Michael Phelps. Desde que surgiu o ser humano na face da terra, nunca ninguém foi tão completo quanto este nadador americano dentro da água.

Phelps é o que mais nos aproxima de um peixe. Sei que já está no ocaso da sua carreira, mas ainda supera o Brasil no quadro de medalhas. Nosso país conquistou 21 medalhas de ouro em 17 Jogos Olímpicos. Phelps já possui 16 em apenas quatro.

No Brasil, costumamos dizer que Pelé foi o atleta do século. Acho difícil comparar esportes. Certamente ele está entre os maiores da história no futebol. Mas, em todas as modalidades, podemos dizer que no máximo ele está no mesmo nível de Phelps, de Michael Jordan, de Nadia Comaneci e de Roger Federer.

Para não dizer que deixei os atletas do Brasil de lado, queria lembrar de Cesar Cielo. Ele é o ser humano mais veloz da história dentro da água, embora menos completo do que Phelps. E também do que Ricardo Prado. Uma pena, mas muitas vezes se esquecem dos grandes atletas do passado.

Leiam ainda o blog Radar Global. Acompanhem também a página do Inter do Estadão no Facebook

Comentários islamofóbicos, anti-semitas e anti-árabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

O jornalista Gustavo Chacra, correspondente do jornal “O Estado de S. Paulo” e do portal estadão.com.br em Nova York e nas Nações Unidas desde 2009, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já fez reportagens do Líbano, Israel, Síria, Cisjordânia, Faixa de Gaza, Jordânia, Egito, Turquia, Omã, Emirados Árabes, Iêmen e Chipre quando era correspondente do jornal no Oriente Médio. Participou da cobertura da Guerra de Gaza, Crise em Honduras, Crise Econômica nos EUA e na Argentina, Guerra no Líbano, Terremoto no Haiti e crescimento da Al-Qaeda no Iêmen. Também é comentarista do programa Em Pauta, na Globo News. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires. Este blog foi vencedor do Prêmio Estado de Jornalismo, empatado com o blogueiro Ariel Palacios

no twitter @gugachacra

 

Tendências: