As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Plano Trump para combater terror está errado

gustavochacra

22 de março de 2016 | 12h38

Donald Trump acabou de voltar a defender a tortura e o bloqueio à entrada de muçulmanos nos EUA para impedir atentados terroristas como o de Bruxelas.

Mas o pré-candidato republicano está errado. O principal interrogador dos EUA usado no bem sucedido combate à Al Qaeda na década passada se chama Ali Soufan, do FBI (polícia federal). Ele era muçulmano, libanês-americano e disse que nunca precisou torturar ninguém para conseguir informações.

Se a estratégia de Trump tivesse sido implementada no passado, Ali Soufan teria sido impedido de entrar nos EUA por ser muçulmano. E o FBI não teria o seu principal interrogador no pós 11 de Setembro e um dos raros fluente em árabe no serviço de inteligência americano.