As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Por que não surge um novo Yitzhac Rabin, um gênio da paz, no Oriente Médio?

gustavochacra

04 de novembro de 2015 | 14h56

Se todos os líderes do Oriente Médio fossem como Yitzhac Rabin, haveria mais paz no mundo. Infelizmente, há 20 anos, um fanático religioso israelense matou não apenas um homem, mas, pelo menos, duas décadas de paz. Desde então, não surgiu em Israel ou no mundo árabe um líder como ele. Se tivesse ficado vivo, talvez hoje a Palestina fosse um Estado soberano vivendo em paz e segurança ao lado de Israel. E talvez fosse possível realizar meu sonho de ir de carro de Beirute a Tel Aviv ou de Jerusalém a Damasco.

Guga Chacra, blogueiro de política internacional do Estadão e comentarista do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários na minha página no Facebook. E comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco são permitidos ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor) e no Instagram