As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Por que os EUA não legalizam a situação dos imigrantes sem documentos?

gustavochacra

11 de fevereiro de 2014 | 14h15

Escrevo desde 2012 que o governo de Barack Obama bate recorde de deportações. Mais imigrantes sem documentos foram deportados pelo atual presidente do que por todos os seus antecessores somados. Poucos davam atenção. Agora, dois anos depois, está em editorial na revista The Economist. O governo Obama deportou 2 milhões de pessoas, separando famílias. Mas cumpriu a lei.

O presidente quer, porém, uma reforma da imigração. Um grupo de senadores republicanos e democratas chegaram a um acordo no Senado. Na Câmara, infelizmente, alguns ainda colocam obstáculos. Na prática, não há como ser contra a permanência dos imigrantes – eles pagariam mais impostos, contribuem para a economia e em alguns casos para o avanço tecnológico. Não faz sentido PhDs estrangeiros em universidades dos EUA não terem o direito de permanecer no país, assim como não faz sentido deportar um entregador de pizza que cumpre seu trabalho.

A dúvida está somente na questão de conceder cidadania aos imigrantes ou apenas legalizar a situação deles. A segunda opção já deixaria a maior parte satisfeita. Apenas não dá para manter o sistema atual. Obama e senadores dos dois partidos sabem disso. Infelizmente, conservadores ultrapassados da Câmara dos Deputados, muitas vezes descendentes de imigrantes, são contra.

Em Nova York, o prefeito Bill De Blasio implementará uma série de reformas para facilitar a situação dos imigrantes sem documento. Um  avanço importante.

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antissemitas e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no gugachacra at outlook.com. Leiam também o blog do Ariel Palacios

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.