As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Por que os gigantes emergentes estão decadentes, como o Brasil?

gustavochacra

20 de agosto de 2015 | 10h59

Quase todos os países emergentes estão em crise neste momento. Alguns, econômica. Outros, política. E aqueles em crise política e econômica, como Brasil. Entre os desenvolvidos, o cenário não é muito melhor. Por que?

Brasil – A economia está em recessão e a inflação está acima da meta, gerando medo de estagflação. Há uma enorme crise política, em meio ao maior escândalo de corrupção da história do país. Mesmo sem guerra, é uma das nações mais violentas do mundo

Rússia – O país é governado por um regime autoritário, de Putin, que está envolvido em um conflito na Ucrânia, persegue gays, censura a imprensa e prende opositores. Para completar, a economia deve encolher 3,4% neste ano

China – É uma ditadura que também persegue opositores e censura a imprensa. O PIB crescerá 7% – um número elevado em qualquer país do mundo, mas uma desaceleração em relação a anos anteriores, provocando temores sobre o futuro da economia

Turquia – O presidente Erdogan tenta consolidar o poder, mas seu partido, o AKP, perdeu a maioria no Congresso e há um impasse sobre a formação de uma coalizão. O governo também censura a imprensa e persegue opositores. O país está envolvido nos conflitos na Síria e no Iraque. A economia também perdeu fôlego

México –  O tráfico de drogas penetrou em diferentes instituições no país. O presidente Peña Nieto é considerado fraco e acusado de corrupção. A economia crescerá entre 1,7% e 2,5% em 2015 – um valor razoável

Índia – Talvez esteja um pouco melhor do que os demais. Modi, líder do país, é popular, embora seja acusado de envolvimento em massacres no passado. O PIB crescerá 7%

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco são permitidos ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus