As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Por que os ovos de Páscoa não emplacaram nos EUA?

gustavochacra

03 de abril de 2015 | 15h53

Os Estados Unidos são conhecidos por transformarem todas as datas em um dia para o comércio vender mais seus produtos. O Natal e a Black Friday, no dia seguinte ao dia de Ação de Graças (Thanksgiving), são os mais óbvios. Também há o dia dos namorados (Valentine’s Day), dia dos Pais, o dia das Mães e o Hanukkah, entre outros.

Mas, curiosamente, na Páscoa, não se vê o fenômeno dos ovos de Páscoa como no Brasil. Os supermercados não ficam decorados e as principais indústrias de chocolates tampouco produzem ovos especialmente para este dia. Dá para encontrar, no máximo, em algumas docerias (doçarias) ou por encomenda. É comum, também, ver ovos de chocolate caseiros.

E não tem a ver com a Páscoa ser mais ou menos celebrada do que no Brasil. Muitos americanos comemoram esta data. Trata-se de um costume distinto entre os dois países. Assim como, na Quarta-Feira de Cinzas, os católicos nos EUA ficam com uma cruz de cinza na testa. O mesmo vale para colombianos ou mexicanos. No Brasil, talvez por estarem de ressaca no Carnaval, nunca vi pessoas com esta marca. Os brasileiros também celebram mais o Natal na véspera, dia 25; nos EUA, vale mais o 25.

E Boa Páscoa e Bom Pessach (Páscoa Judaica) a todos.