As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Por que os terroristas do ISIS matam nossos pais, filhos e amigos?

gustavochacra

14 de novembro de 2015 | 13h54

Eu queria, neste primeiro post depois dos múltiplos atentados terroristas em Paris, me solidarizar com as 127 vítimas. E o culpado é o ISIS, também conhecido como Grupo Estado Islâmico ou Daesh. Está organização não mata mais apenas na Síria e no Iraque. Mata turcos e curdos que se manifestam em Ancara, na Turquia. Mata russos nos céus do Sinai, no Egito. Mata libaneses no sul de Beirute, no Líbano. E agora mata franceses em Paris. E vai matar em outros lugares.

O ISIS mata cristãos, mata muçulmanos sunitas, mata xiitas, mata drusos, mata judeus, mata hindus, mata alauítas, e mata ateus. É uma organização com uma ideologia odiosa, de morte.  Em próximos posts, abordarei mais estes temas. Mas hoje penso nos pais, nos filhos, nos maridos e nas mulheres dos mortos.

Assim como no 11 de Setembro, sempre lembraremos onde estávamos quando soubemos do atentado em Paris. Eu estava saindo de um jogo de polo aquático em homenagem à família do meu melhor amigo que morreu em setembro. E sei que hoje há milhares de pessoas que perderam alguém querido na França por causa destes covardes e demoníacos terroristas do ISIS.

Desculpe a demora para escrever. Menos de uma hora depois de saber do atentado, eu já estava comentando no estúdio da Globo News, onde fiquei por três horas até 1h30 da manhã. Dormi um pouco e às 9 já estava na Hebraica para dar uma palestra. E, daqui a pouco, volto a NY. De lá, farei análises sobre os atentados. Agora, apenas #prayforfrance #jesuisparis

Obs. Peço perdão por possíveis erros de português. Escrevi este post do celular