As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Prestem atenção no general Idris, da oposição síria

gustavochacra

29 Maio 2013 | 09h31

O general Salim Idris, comandante do opositor Exército Livre da Síria, começa a se transformar no homem dos sonhos dos EUA, de Israel, dos europeus, da Turquia e da Arábia Saudita para liderar a Síria depois de uma queda do regime de Bashar al Assad, se esta vier a ocorrer.

Anti-Hezbollah, secular, com experiência militar e mantendo bons contatos com membros do atual governo, Idris se encaixa perfeitamente em todos os requisitos demandados pelas nações que apoiam a oposição síria. 

Mas, claro, existem graves problemas. Primeiro, seu Exército Livre da Síria é uma ficção. Tem apenas um nome bacana que parece ter sido inventado por uma empresa de PR. Em segundo lugar, facções opositoras mais poderosas militarmente, como a Frente Nusrah, ligada à Al Qaeda, o consideram irrelevante. Terceiro, seus discursos anti-Líbano, atacando não apenas o Hezbollah, como também o presidente libanês, Michel Suleiman (um cristão maronita), assustam as pessoas em Beirute. Quarto, mesmo não sendo religioso, seus discursos são sectários e fazem cristãos e alauítas, quase sempre pró-Assad, morrerem de medo caso ele chegue ao poder.

Ainda assim, os EUA e seus aliados começarão cada vez mais a tentar bancar o nome de Idris como solução para evitar a manutenção do regime e o fortalecimento da oposição cada vez mais extremista. 

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antisemitas e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no  gugachacra at outlook.com. Leiam também o blog do Ariel Palacios