As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Quem fez o atentado no Canadá e qual o motivo?

gustavochacra

22 de outubro de 2014 | 18h16

Não há reivindicação do ataque que matou um soldado hoje em Ottawa, capital do Canadá. Um homem armado alvejou um soldado em memorial de guerra e depois invadiu o Parlamento, onde foi morto por policiais canadenses. Não está claro se ele agiu sozinho ou não.

Alguns acusam o grupo o ISIS, também conhecido como Estado Islâmico, Daesh e ISIL. Pode até ser. Mas pode ser que não. Pode ter sido inspirado pelo ISIS. Pode não ter sido. Pode ter sido da Al Qaeda. Pode ter sido um louco sem motivação terrorista. Assim que souber, poderei comentar mais sobre o tema.

Verdade, dias atrás um outro membro das forças armadas canadenses foi morto por um convertido ao islamismo. Tampouco sabemos à qual organização ele era filiado.

O ISIS já cometeu ataques terroristas no sentido de atentados, incluindo suicida, contra áreas controladas pelo regime de Bashar al Assad, seu maior inimigo, na Síria. Também atacou Bagdá uma série de vezes, incluindo recentemente. O modus operandi da organização é similar ao que a Al Qaeda, que está na origem do grupo antes do rompimento, usava no Iraque durante a ocupação americana.

Até hoje, o ISIS, diferentemente da Al Qaeda, não havia sido acusado de atentados no Ocidente. Se forem os responsáveis, esta será a primeira vez. Notem que a Al Qaeda no Iraque, embrião do grupo, tampouco cometeu ataques terroristas no Ocidente.

 Há quatro hipóteses

1. ISIS responsável

Se grupo for o responsável, e não sabemos se foi ainda, mostrará que o modus operandi pode ser o uso de atiradores. Isto é, micro-atentados que possuem um efeito menor do que os da Al Qaeda em Madri, Londres, Nova York e Washington, mas assustam a população da mesma forma.

2. Ato isolado inspirado pelo ISIS (ou pela Al Qaeda)

Pode também ter sido uma ação isolada ou de um pequeno grupo de pessoas inspirado pelo ISIS ou pela Al Qaeda

3. Ato isolado de um radical islâmico

Pode também ter sido um ato individual de um “Lone Wolf”, como se diz nos EUA. Seria mais similar, neste caso, ao ataque da Maratona de Boston

4. Atirador com outra causa

Pode também ter sido uma ação de um atirador com outra causa, como é extremamente comum nos EUA, mas não no Canadá

Não sei como faz para publicar comentários. Portanto pediria que comentem no meu Facebook (Guga Chacra)  e no Twitter (@gugachacra), aberto para seguidores

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco são permitidos ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no gugacha

Tudo o que sabemos sobre:

Guga Chacra

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.