As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Quem são os aliados e os inimigos de Israel e do Hamas em Gaza?

gustavochacra

23 Julho 2014 | 10h34

O maior aliado de Israel no conflito contra o Hamas na Faixa de Gaza é o Egito, não os Estados Unidos. Aliás, ao contrário do que escrevem algumas pessoas, nenhum dos vizinhos árabes de Israel defende formalmente o grupo palestino. A Síria é inimiga do Hamas, o Hezbollah, apesar da retórica de PR apoiando o grupo, também é contra, assim como o Líbano, e a Jordânia opta pela neutralidade.

Não é verdade quando escrevem que Israel solitário enfrenta dezenas de milhões de pessoas em 17 países árabes, além de Turquia e Irã. O único inimigo do ultra bem armado Exército israelense no atual confronto em Gaza é o Hamas e outras organizações palestinas de viés extremista, como o Jihad Islâmico e grupos inspirados pelo ISIS que começam a crescer. Nenhum destes grupos chega aos pés do Hezbollah ou do ISIS nos campos de batalha.

Claro que, entre a população do mundo árabe, do Irã e da Turquia, o sentimento anti-Israel neste conflito é enorme. São mais de 600 palestinos mortos, incluindo pelo menos cem crianças. Mas isso não se reflete necessariamente nas políticas dos governos.

Vamos falar da posição sobre o conflito em Gaza de país por país, além de grupos armados na região

Marrocos – ignora o conflito em Gaza

Argélia – ignora o conflito em Gaza

Tunísia – ignora o conflito em Gaza

Líbia – ignora o conflito em Gaza

Egito – apoia Israel

Síria – torce contra o Hamas, mas sem apoiar Israel

Jordânia – neutra pró cessar-fogo e tem relações diplomáticas com Israel

Líbano – torce contra Israel, mas não defende o Hamas para não irritar Assad, que é inimigo do grupo palestino

Hezbollah – torce contra Israel, mas não se envolve para não irritar Assad, que é inimigo do Hamas (na verdade, o Hezbollah, que é um grupo libanês, nunca se envolve militarmente no conflito israelense-palestino)

Autoridade Palestina – neutra, pró cessar-fogo

Arábia Saudita – neutra, mas mantém parcerias

Qatar – apoia o Hamas, mas defende cessar-fogo e tem relações comerciais com Israel

Turquia – apoia o Hamas, mas apenas retoricamente e mantém relações militares com Israel

Irã – torce contra Israel, mas não se envolve no conflito para não irritar Assad, inimigo do Hamas

Iraque – Ignora o conflito em Gaza

Kuwait – neutro, defende cessar-fogo

Emirados Árabes – neutro, defende cessar-fogo

Omã – neutro, defende cessar-fogo

Iêmen – Ignora o conflito em Gaza

Al Qaeda – considera Assad, Hezbollah, Iraque e Irã inimigos mais importantes do que Israel

ISIS – considera Assad, Hezbollah, Iraque e Irã inimigos mais importantes do que Israel

EUA – Tem uma postura pró-Israel, mas defende um cessar-fogo

Rússia – Ignora o conflito em Gaza

União Europeia – Neutra, defende um cessar-fogo

ONU – Neutra, defende um cessar-fogo

Não sei como faz para publicar comentários. Portanto pediria que comentem no meu Facebook (Guga Chacra)  e no Twitter (@gugachacra), aberto para seguidores

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco são permitidos ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no gugachacra at outlook.com. Leiam também o blog do Ariel Palacios